Lançada temporada 2019 dos recordes do ano

Depois do sucesso no ano passado, Adestramento Brasil seguirá contabilizando as notas mais altas obtidas por conjuntos em provas oficiais de federações e da Confederação Brasileira de Hipismo. O objetivo com o compilamento dos dados é fornecer de maneira clara um panorama de como está a evolução dos conjuntos ao longo da temporada.

Anuncie_adestramento

Para efeito do recorde do ano, serão consideradas apenas provas oficiais de federações, como o Campeonato Paulista e o Ranking Gaúcho, e da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), como concursos nacionais de adestramento (CAN), Campeonato Brasileiro (CBA) e Taça Brasil.

Para este ano, o site vai expandir a cobertura, acrescentando as séries iniciante e a categoria júnior (média 2), que se somarão às séries de elementar a especial, nas categorias amador e profissional.

Apenas serão computados os resultados publicados em documentos oficiais. No entanto, cabe ressaltar que poucas federações e clubes divulgam os resultados nos sites e/ou enviam para a imprensa. Não serão válidas as provas internacionais.

>>> Acompanhe: Recordes 2019 | Recordes 2018 <<<

Histórico
Desde seu lançamento, Adestramento Brasil tem solicitado a federações e clubes que enviem calendário atualizado das competições, bem como programas, ordens de entrada e resultados. A meta, com isso, é manter constantemente atualizada a página com a agenda completa de todas as provas de adestramento do ano. Confira aqui o calendário 2019, com datas, programas, ordens de entrada e resultados. Para inclusão de competições, favor enviar os dados para contato@adestramentobrasil.com.

Este trabalho de computar e comparar as notas vem sendo executado desde o lançamento do site. Na temporada paulista de 2017, foram elaborados gráficos com os resultados finais dos concorrentes do Ranking da SHP e da Copa CHSA. Com isso, foi possível observar a evolução ou o declínio dos conjuntos durante o ano. Veja aqui os gráficos contando as oito etapas do Ranking de Adestramento da Paulista e aqui das sete etapas da Copa CHSA de Adestramento

Outro exemplo de uso de gráficos é esta matéria que mostra como Charlotte Dujardin e Valegro aumentaram os índices olímpicos. Se, em Atenas 2004, a holandesa Anky van Grunsven com Salinero levou o primeiro lugar com 79,278%, nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Dujardin chegou a 93,857% com Valegro. Além disto, neste link é possível acompanhar as notas dos conjuntos de CDI disputando vaga na equipe brasileira para WEG e o CDI 1* da Argentina que foi seletiva para os Jogos Pan-Americanos 2019.WhatsApp

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.