Clélia Erwenne, VP da ABPSL, destaca maior exportação dos lusitanos

Os cavalos lusitanos têm ganhado cada vez mais espaço e o Brasil já se tornou um polo de exportação da raça. Em entrevista em vídeo durante a realização da 1ª etapa da Copa ABPSL, a vice-presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Puro Sangue Lusitano, Clélia Maria Erwenne Araújo Pinto, falou sobre as atividades da ABPSL para estimular todas as modalidades que usam o cavalo lusitano. “O número de cavalos importados é menor e o de exportados é maior; estamos crescendo”, disse.

Clélia Erwenne lembrou que o uso do lusitano no adestramento é recente, de apenas 20 anos para cá, e falou sobre a necessidade de se aumentar a quantidade de adeptos da modalidade. “No Brasil, o adestramento é muito pequeno. Nós temos, em São Paulo, no máximo cem conjuntos fazendo adestramento. Em Portugal, com 10 milhões de habitantes, existem 850 conjuntos entre amadores e profissionais competindo. Então, ainda temos muito trabalho”, pontuou.

Entre as atividades da ABPSL para fomentar a raça, a VP contou que a associação estará presente na feira Agrishow, realizada em Ribeirão Preto de 29/4 a 3/5. Confira a entrevista:


LOGO_ABPSL


canal de notícias 
Isto é Lusitano é produzido por Adestramento Brasil e tem o patrocínio Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Puro Sangre Lusitano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.