Trabalho de guia dá ritmo, descontração e colocação natural aos cavalos

Recurso de exercício importante, mas pouco utilizado, o trabalho de guia deveria ser incorporado à rotina dos cavalos, conforme explica Ingrid Borghoff Troyko, no capítulo 17 do “Manual de Equitação Fundamental”, obra que Adestramento Brasil está publicando. Segundo ela, cavalos novos ou tensos (já iniciados no trabalho montado), deveriam fazer o seu aquecimento primeiramente na guia para facilitar a descontração, buscar seu equilíbrio e brincar um pouco.


Apoie_AB_PayPalApoie o jornalismo profissional
Desde o lançamento, Adestramento Brasil leva informação confiável e relevante, ajudando aos leitores a compreender a modalidade. Não fechamos o conteúdo para assinantes. Por isto, contamos com a colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


A autora esclarece que o trabalho de guia ajuda a melhorar as condições físicas dos cavalos que têm problemas de contato com a embocadura, tensão nas ganachas, nuca e pescoço e dorso fraco ou tenso.

“Se o cavalo ficou inativo por algum motivo, seria importante ele recomeçar o seu treinamento diário na “guia” por alguns dias, preparando o seu físico para então receber novamente o peso do cavaleiro”, escreve a autora. A dica também é importante para quando os cavalos voltam das férias.

No capítulo sobre o trabalho de guia (leia aqui), a amazona que Ingrid Troyko detalha como fazer o correto trabalho de guia e aponta que o objetivo deste trabalho está na busca do ritmo, descontração e colocação natural dos cavalos.

>>> Confira a página especial com os capítulos do livro “Manual de Equitação Fundamental” de Ingrid Borghoff Troyko

Em 1975, Ingrid Troyko conquistou medalha de bronze por equipes nos Jogos Pan-Americanos do México; em 1972, foi vice- campeã do Torneio Internacional de Aachen na prova do grande prêmio; e, em 1979, obteve o terceiro lugar por equipes nos Jogos Internacionais de Puerto Rico. A amazona e instrutora de equitação foi também cinco vezes campeã brasileira e obteve várias colocações em competições internacionais na Alemanha, além de ter atuado como juíza internacional de adestramento da Federação Equestre Internacional.

O conteúdo do livro é indicado para cavaleiros e instrutores e atende a todos que queiram aperfeiçoar as técnicas de montaria, com temas de interesse para qualquer modalidade hípica, ensinamentos sobre como trabalhar o cavalo e o cavaleiro corretamente na base e informações técnicas sobre o adestramento básico até o nível médio.

Imagem: reprodução do livro “Manual de Equitação Fundamental”

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.