Juiz não pode treinar regularmente conjunto que julgará

Juízes que treinem conjuntos por mais de três dias no período de três meses que antecede a competição nacional devem declarar conflito de interesse. Esta e outras regras estão no regulamento da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH). Atualmente, o quadro da CBH conta com 20 juízes aptos: dois juízes candidatos, cinco juízes nacionais e 13 juízes nacionais oficiais, sendo três deles também credenciados pela Federação Equestre Internacional (FEI) no nível de 4*.

As provas de adestramento são julgadas por juízes estaduais, nacionais ou internacionais, dependendo do tipo de competição. De acordo com o regulamento da CBH, juízes que tenham “conflito de interesse” com participantes da competição não podem compor o júri de campo de concursos oficiais da entidade — o regulamento da Federação Paulista de Hipismo não aborda o tema.

Para julgar provas nacionais, o profissional não pode, por exemplo, atuar como treinador e professor regular, ser empregado ou empregador de competidores. Clínica de adestramento realizada por um juiz, onde cavaleiros e cavalos são utilizados para demonstração, por uma sessão, não é considerada como treinamento.

Além disto, configuram conflito de interesse ser proprietário de um cavalo ou participar do evento; ser cavaleiro habitual de um cavalo que participe da competição com um concorrente; ser chefes de equipe, cujos competidores participem da competição; ser parentes de proprietários, de competidores, de chefes de equipe ou de oficiais de equipe; ter interesse financeiro ou pessoal no cavalo ou competidor que participe da competição.

Pré-requisitos
Para ingressar no quadro da CBH, o candidato precisa comprovar participação em provas de adestramento como cavaleiro em eventos da modalidade em âmbito nacional, no mínimo, até a série média 2. Além disto, precisa ter experiência em julgamento de provas estaduais e ter participado de um curso de formação de juízes reconhecido oficialmente pela CBH, no ano da indicação.

O candidato precisa ser indicado para o quadro nacional de juízes da CBH pela sua federação estadual ou selecionado pela CBH. Apenas duas vezes por ano, no meses de julho e dezembro, os nomes selecionados são submetidos à apreciação da diretoria de adestramento que juntamente com a comissão técnica darão o parecer final. Em princípio, o ingresso será na categoria de juiz candidato nacional, podendo ascender às demais categorias — juiz nacional e juiz nacional oficial — ao preencher os requisitos necessários, que incluem, entre outros, tempo de atividade e realização de cursos.

Confira quem faz parte do quadro de juízes da CBH:

Juiz candidato nacional CBH

  1. Anna Cristina Kruschewsky de Oliveira (SP) — falta atualização
  2. Bruno Muniz Magalhães – Ten.PM (DF) — falta atualização
  3. Delano Bastos de Miranda (RS)
  4. Miguel Medeiros Viana (RJ)

Juiz nacional CBH

  1. André Ganc (SP)
  2. André Porto (RJ)
  3. Paulo Teixeira – Maj. (DF)
  4. Pedro Theophilo de Oliveira Filho – Cel. (RJ)
  5. Sonja Elisabeth Hannsen (SP)

Juiz nacional oficial CBH

  1. Alexandre Lacerda Leão (DF)
  2. Claralucia Prates Machado (RS)
  3. Claudia Marcia de Sant’Anna (RJ)
  4. Claudia Moreira de Mesquita (SP)
  5. Marcio Bastos Costa (RJ)
  6. Marcio Navarro de Camargo (SP)
  7. Natacha Waddell (SP)
  8. Petra Garbade (RS)
  9. Ricardo Micheletto Leão (RS)
  10. Rosalind Flosi de Vasconcellos Macedo (SP)
  11. Rosangele Riskalla (SP) — falta recadastramento
  12. Rui Cesar Melo – Cel. (SP)
  13. Salim Nigri – Cel. (RJ)
  14. Sandra Andrea Smith de Oliveira Martins (SP)

Juiz internacional FEI 4*

  1. Claudia Moreira de Mesquita
  2. Natacha Waddell
  3. Sandra Andrea Smith de Oliveira Martins — representante da Argentina, mas atua e reside no Brasil
  4. Salim Nigri (RJ) — aposentado

Fonte: CBH

Foto: Thais Cerioni/Adestramento Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.