Jogos Equestres Mundiais (WEG) — Tryon 2018

tryon_2018_patrocinadoresOs Jogos Equestres tiveram início em 1990 em Estocolmo, na Suécia. Desde então, é realizado a cada quatro anos, no intervalo do ciclo olímpico. A edição de 1994 foi em Haia, na Holanda; depois na Roma, Itália, em 1998; em Jerez, na Espanha, em 2002; em Aachen, na Alemanha, em 2006; em Kentucky, nos Estados Unidos, em 2010, e na Normandia, na França, em 2014. Neste ano, os Jogos ocorrem de 11 a 23 de setembro, no Tryon International Equestrian Center, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

Há expectativa de que o mundial deste ano atraia público total de 500 mil pessoas nos 13 dias de evento (cerca de 40 mil a 50 mil pessoas por dia) e que injete USD 400 milhões na economia da Carolina do Norte. Na edição passada, na Normandia (França), competiram 984 atletas e 1.234 cavalos, representando 74 países. O público total chegou a 575 mil pessoas, sendo 1.900 membros da imprensa de 52 países.


 

Pedro_GP_SHPPedro Almeida: “O aprendizado ao longo da caminho é o mais valioso”— “Minha mãe amarrava a gente com lençol na sela e nos puxava de outro cavalo”, conta Pedro Tavares de Almeida, 24 anos, que, em setembro, representa pela segunda vez o Brasil nos Jogos Equestres Mundiais. A paixão pelos cavalos o acompanha desde sempre.

Em sua segunda grande competição, Giovana Pass garante que continua aprendendo todos os dias —  Conhecida por ter sangue frio nas competições e deixar, Giovana Pass_Zingaro de Lyw_Luis_Ruaspelo menos aparentemente, o nervosismo de lado, a amazona encara o próximo desafio de forma bastante realista. “Sou muito consciente de que eu não estou indo para disputar com os tops. Estou indo para aprender com eles e ganhar experiência para um dia chegar lá”, pondera. A meta pessoal para WEG é chegar à marca dos 70% de média final.

Jogos Equestres têm 135 conjuntos registrados no adestramento A Federação Equestre Internacional (FEI) divulgou a lista com a relação de todos os conjuntos registrados para as provas de adestramento nos Jogos Equestres Mundiais.  São 135 conjuntos representando 33 países; desses 16 nações levaram times para competir por equipes. 

Cathrine Dufour fora de WEG  A amazona dinamarquesa, atual número quatro do mundo, não competirá mais nos Jogos Equestres Mundiais, devido a lesão em Atterupgaards Cassidy, castrado de 15 anos da raça dutch warmblood.

bandeira_brasil

Definidas as equipes que representam o Brasil em WEG — Sem surpresas, a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) revelou, nesta sexta-feira (13/07), os quatro conjuntos que irão representar o Brasil na modalidade adestramento nos Jogos Equestres Mundiais (WEG, na siga em inglês) que começam dia 11 de setembro nos Estados Unidos.


Mais matérias

WEG_calendar-of-events-Tryon
Amplie a agenda das competições 

Paraequestre

 

Anúncios