CDI 3*: Leandro Silva ganha GP e obtém terceiro índice para WEG

Com nota final de 68,652% e 68,370% e 68,043% com as juízas FEI 5* Maria Schwennesen e com Janet Foy, respectivamente, Leandro Silva e Di Caprio sagraram-se campeões da prova de grande prêmio do concurso de adestramento internacional (CDI 3*), que ocorre até domingo (8/7) na Sociedade Hípica Paulista.

O resultado garantiu ao conjunto seu terceiro índice de classificação para disputar os Jogos Equestres Mundiais (WEG). Os primeiros vieram nos CDIs 3* de junho e de novembro de 2017.

Em entrevista ao Adestramento Brasil, o juiz colombiano FEI 4* Cesar Torrente disse que ficou positivamente impressionado com Silva. “Foi bem montado, bons desenhos, boas passage, piaffe. Uma prova muito consistente”, disse.

SONY DSC
Leandro Silva cumprimenta Pedro Almeida pelo índice alcançado

Além de Silva, Pedro Tavares de Almeida, montando Aoleo, teve notas final e com a juíza FEI 5* JaneT Foy acima de 66%, conquistando seu segundo índice para WEG.  O porcentual final foi de 66,957% e de 66,630% com Foy. Também 5*, Maria Schwennesen pontuou 65%.

No primeiro CDI3* realizado neste ano no Brasil, em abril, no Centro Hípico de Tatuí, Almeida foi o vice-campeão do grande prêmio com 67,978% na nota média final e 69,565% com Peter Holler, garantindo o primeiro índice para o Mundial. O conjunto venceu o GP especial com a nota média final de 67,447% e não participou da prova estilo livre.

Para disputar o Mundial, todos os conjuntos precisam obter dois índices mínimos de 66% atribuídos tanto por juízes internacionais FEI 5* como também como nota total final (média) na prova de grande prêmio (GP) em duas competições diferentes de nível CDI 3*, CDI 4*, CDI 5*, CDI-W ou CDIO. Os juízes 5* devem ser de nacionalidade diferente do atleta.

Com a classificação de Pedro de Almeida, o Brasil passa a contar com cinco conjuntos aptos a embarcar aos Estados Unidos para disputar o Mundial. Conforme nota acerca do processo seletivo, a CBH vai levar um time composto por quatro conjuntos, abrindo mão do reserva. Giovana Pass com Zingaro de Lyw, Leandro Silva com Di Caprio e João Victor Oliva com dois animais, Xamã dos Pinhais e Xiripiti TVF, já haviam conseguido se qualificar para WEG.

SONY DSC

Para Torrente, Almeida também mostrou um bom nível e Mauro Pereira da Silva Júnior, com Banzai AMM, poderia ter o cavalo mais compacto em piaffe, sem avançar tanto. terceiro colocado da prova, Júnior e Banzai somaram 65,630% na final, 64,130% com Schwennesen e 61,630% com Foy.

Veja todo os resultados da prova aqui e acompanhe neste link a íntegra com os resultados de todos os CDIs realizados no Brasil e que estão valendo como processo classificatório para WEG.

Anúncios

Uma resposta para “CDI 3*: Leandro Silva ganha GP e obtém terceiro índice para WEG”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.