Tag: WEG – Tryon2018

México se organiza para brigar por vaga individual para Tóquio 2020

De olho em conquistar uma vaga individual nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o México publicou os critérios de seleção do conjunto que poderá representar o país na próxima olimpíada. O México ficou em quarto nos Jogos Pan-Americanos e perdeu a chance de competir por equipe em Tóquio 2020 para o Canadá (ouro) e para o Brasil (bronze) — o Pan do Peru designou duas vagas para a olimpíada, sendo que os EUA já haviam assegurado o lugar ao ficar em segundo nos Jogos Equestres Mundiais (WEG — Tryon).
Leia mais

Apontado o júri de campo para Tóquio 2020

A Federação Equestre Internacional (FEI) divulgou a lista de juízes a fazer parte do júri de campo dos Jogos Olímpicos 2020 de Tóquio. Nos Jogos de Tóquio, 57 conjuntos e 15 times poderão competir no adestramento. Oito países já estão classificados: Japão, por ser anfitrião; Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, Suécia, Holanda e Espanha por terem sido os seis primeiros colocados nos Jogos Equestres Mundiais (WEG, na sigla em inglês); e a Austrália pelo grupo G. Leia mais

Rodolpho Riskalla obtém as únicas medalhas do Brasil nos Jogos Equestres Mundiais

O cavaleiro paralímpico Rodolpho Riskalla conquistou as duas únicas medalhas do Brasil nesta edição dos Jogos Equestres Mundiais, realizada em Tryon, nos Estados Unidos. Montando Don Henrico, depois da prata na prova individual grau 4, no dia 18/9, Riskalla conquistou outra medalha de prata na prova individual estilo livre grade 4, no dia 22/9. No freestyle grau 4, Riskalla fez 77,780% de nota final.  Leia mais

Sérgio Oliva termina em 9º; Vera Lucia Mazzilli, em 15º no paraequestre grau 1

Os atletas paraequestres Sergio Froés Ribeiro de Oliva e Vera Lucia Martins Mazzilli competiram nesta quarta-feira (19/9) nos Jogos Equestres Mundiais na prova de paradressage do grau 1. Montando Coco Chanel, Oliva fez 70,036% e terminou em nono, enquanto sua companheira de equipe apresentou-se com Ballantine e terminou na 15ª colocação com 65,357%.  Leia mais

Prata no grau 4, Rodolpho Riskalla ressalta desempenho de Don Henrico

Prata no adestramento paraequestre no grau 4, o cavaleiro paraequestre Rodolpho Riskalla conquistou a única medalha, até o momento, do Brasil nesta edição dos Jogos Equestres Mundiais, realizada em Tryon, nos Estados Unidos. Montando Don Henrico, Riskalla fez 73,366% na prova individual dia 18/9 e garantiu o segundo lugar. “Don Henrico estava ótimo, mesmo com esse tempo úmido e calor. Ter chegado uma semana antes da prova nos deu tempo suficiente para preparar bem o cavalo. Estamos supercontentes”, disse ao Adestramento Brasil. Leia mais