Categoria: Paraequestre

Rodolpho Riskalla explica por que retirou Don Henrico do CDI 4* do CHIO Aachen 2022

Por Carol Chemin, direto da Alemanha

Rodolpho Riskalla estava inscrito para disputar o CDI 4* do CHIO Aachen nesta semana, mas optou por poupar Don Henrico. “Ontem, ele treinou super bem. Na hora de passar na inspeção, eu vi e eu conheço ele, que não estava 100%. Esperamos para ver como estaria no dia seguinte [hoje]. A prova era à tarde e vimos que ele não estava 100%”, contou Riskalla em entrevista ao Adestramento Brasil.

Continue lendo “Rodolpho Riskalla explica por que retirou Don Henrico do CDI 4* do CHIO Aachen 2022”

Campeonato Brasiliense tem novos conjuntos e mais atletas que edições passadas

Com novos conjuntos e forte participação na série iniciante, o Campeonato Brasiliense de Adestramento e Paraequestre teve 58 conjuntos disputando as provas, um número superior aos 46 de 2021. “O evento contou com grande participação de novos atletas, o que nos deixa bastante entusiasmados para o desenvolvimento da modalidade em Brasília. Vários também subiram de nível, o que demonstra que o trabalho feito no ano passado surtiu efeito”, avaliou a diretora de adestramento da FHBr, Rafaela Gasparotto Orlandini.

Continue lendo “Campeonato Brasiliense tem novos conjuntos e mais atletas que edições passadas”

“Você pode fazer, mesmo se tiver deficiência”, diz Rodolpho Riskalla à revista da FEI

Em um relato em primeira pessoa, o brasileiro Rodolpho Riskalla contou sua trajetória à “The Para Equestrian Digest”, revista online criada pela Federação Equestre Internacional em fevereiro para dar visibilidade aos atletas de paraequestre e às pessoas ligadas ao esporte para que eles pudessem compartilhar – em suas próprias palavras – suas experiências pessoais e histórias de deficiência. Em março, a edição perfilou Beatrice De Lavalette, dos Estados Unidos, e a edição de estreia foi com a cinco vezes medalha de ouro em Jogos Paralímpicos e duas vezes no Campeonato Europeu, Natasha Baker.

Continue lendo ““Você pode fazer, mesmo se tiver deficiência”, diz Rodolpho Riskalla à revista da FEI”

Rodolpho Riskalla disputa CPEDI 3* no GDF e fica na casa dos 70% com cavalo emprestado

Competindo nos Estados Unidos, no Global Dressage Festival, o medalhista paralímpico Rodolpho Riskalla assegurou dois segundos lugares com o cavalo emprestado Rigaudon Tyme, durante o CPEDI 3* disputado de sexta a domingo (11 a 13/3). A temporada 2022 do Adequan Global Dressage Festival, em Wellington, começou em 13 de janeiro e segue até 4 de abril, contabilizando 12 semanas de competições.

Continue lendo “Rodolpho Riskalla disputa CPEDI 3* no GDF e fica na casa dos 70% com cavalo emprestado”

Observatórias do paraequestre classificam três atletas para CPEDI na Europa

Vera Lucia Martins Mazzalli (grau 1), Flamarion Pereira da Silva (grau 3) e Thiago Fonseca dos Santos (grau 5) foram os atletas classificados nas observatórias para ir à Europa disputar provas internacionais (CPEDI) com o objetivo de obter os requisitos necessários para competir nos Jogos Mundiais de Herning, na Dinamarca, em agosto. O Time Brasil pode ter quatro conjuntos. Rodolpho Riskalla, medalha de prata nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, e Sérgio Oliva estão escalados para a equipe e ambos já preencheram o requisito mínimo de elegibilidade para poder participar.

Continue lendo “Observatórias do paraequestre classificam três atletas para CPEDI na Europa”