Tag: MER

Assembleia da FEI aprova MER de 67% para Paris 2024; falta passar pelo COI

A Assembleia Geral da FEI em Cape Town aprovou as propostas para os regulamentos olímpicos, o que, no caso do adestramento inclui subir o porcentual do MER de 66% para 67%. O Japão se manifestou contra a mudança. Conforme a Federação Equestre Internacional explicou a este noticiário, para entrar em vigor falta ainda o Comitê Olímpico Internacional (COI) aprovar. O Comitê de Adestramento também sugeriu acabar com GPS com música, aumentar para dez o número de times no GPS, entre outras resoluções. 

Continue lendo “Assembleia da FEI aprova MER de 67% para Paris 2024; falta passar pelo COI”

Pan de Santiago: as regras dos Jogos que classificam para Paris 2024

A jornada rumo aos Jogos Olímpicos de Paris 2024 começou, no mês passado, no Paraguai, com a conquista do ouro por equipes nos Jogos Sul-Americanos de Assunção. O primeiro lugar do Time Brasil garantiu vaga por equipe para o Pan-Americano de Santiago e, no ano que vem, no Chile, o País terá a chance de se classificar para concorrer com time na olimpíada da França. Para tanto, precisa subir ao pódio — além, claro, dos conjuntos alcançarem os índices mínimos de elegibilidade (MERs) dentro do prazo.

Continue lendo “Pan de Santiago: as regras dos Jogos que classificam para Paris 2024”

Fefo Sperb, da CBH: 10 CDIs até Paris 2024 e Carlos Lopes contratado para paraequestre 

Realização de dez concursos internacionais de adestramento e paraequestre para que os conjuntos alcancem os índices mínimos de elegibilidade (MERs) em solo brasileiro para Paris 2024 e a contratação do português Carlos Lopes, juiz FEI 5* de paradressage, pela CBH foram algumas das novidades contadas pelo presidente da Confederação Brasileira de Hipismo, Fernando Augusto Sperb (Fefo) em entrevista em vídeo com Adestramento Brasil, durante o fechamento das provas do CAN e CDI 3*, no Centro Hípico de Tatuí, que encerraram as seletivas para Odesur do Paraguai.

Continue lendo “Fefo Sperb, da CBH: 10 CDIs até Paris 2024 e Carlos Lopes contratado para paraequestre “

Com primeira etapa das seletivas concluída, juízes comentam o que avaliaram no CDI 3*

Encerrada a primeira das duas seletivas realizadas no Brasil para a escolha da equipe que representará o País no Sul-Americano 2022, o saldo do CDI 3* realizado de 21 a 24 de julho na Sociedade Hípica Paulista mostrou uma disputa acirrada pela vaga no Time Brasil. À exceção de dois conjuntos pontuando acima dos 69% na média, três estão nos 67%; quatro na casa dos 66%; dois em 65% e os demais abaixo disso. O sueco Magnus Ringmark (FEI 5*), que julgou pela primeira vez no Brasil, afirmou ter visto muitos bons e promissores cavalos e ginetes. E ele não foi o único. Adestramento Brasil conversou com os juízes; conheça a opinião deles sobre o CDI 3* na SHP.

Continue lendo “Com primeira etapa das seletivas concluída, juízes comentam o que avaliaram no CDI 3*”

GSP: recorde pessoal de Sarah Waddell e melhor prova de Victor Ávila com Corsário IGS

A prova de grande prêmio especial, no último dia do CDI 3*, na Sociedade Hípica Paulista, teve alegria a mais para dois competidores. Montando Binjora, Sarah Waddell ganhou com 70,766%, melhorando, portanto os 69,565% do GP, e estabelecendo seu novo recorde pessoal. Já o segundo colocado, com 68,021%, Victor Ávila contou que a reprise foi a melhor que já fez com Corsário ISG. Em entrevistas a Adestramento Brasil, os dois cavaleiros falaram que saíram felizes do internacional.

Continue lendo “GSP: recorde pessoal de Sarah Waddell e melhor prova de Victor Ávila com Corsário IGS”