Campeonato Brasileiro, Taça Brasil e CDI 3* 2020

CBA: Natacha Waddell e Lindinha Macedo comentam desempenho dos conjuntos da pista 2 Em uma temporada com provas suspensas devido às restrições impostas pelo governo na tentativa de conter a propagação da Covid-19, a quantidade de conjuntos disputando o Campeonato Brasileiro e a Taça Brasil de Adestramento foi um dos destaques apontados por juízes. Em entrevista ao Adestramento Brasil, Natacha Waddell e Lindinha Macedo, que julgaram as provas da pista 2, avaliaram o desempenho dos concorrentes. 

Com 128 conjuntos, CBA e Taça Brasil têm preliminar como a mais disputadaCom 32 conjuntos, sendo 13 na profissional, dez na amador, sete na mirim e dois na juvenil, a série preliminar foi, de longe, a mais disputada do Campeonato Brasileiro e da Taça Brasil. Juntos, o Brasileiro, a Taça Brasil e o CDI 3* tiveram 128 conjuntos aptos a competir, um número diferente do anteriormente divulgado por este noticiário, que contou as relações de inscritos. Apesar da divergência, o montante é superior que os 113 de 2019, os 75 de 2018 e os 70 de 2017, o que mostra um avanço no adestramento brasileiro. Assim como no ano passado, seis federações — São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Brasília, Rio de Janeiro e CDE — disputaram o título por equipe.

CBA: ex- atleta de pentatlo moderno vence elementar amador —  Juliana Domingues costumava montar quando era atleta de pentatlo moderno — modalidade na qual o atleta tem de praticar natação, hipismo (salto), esgrima, corrida e tiro seis. Ela foi a mais jovem atleta do pentatlo moderno e fez parte do Time Brasil em competições internacionais. No último sábado 28/11, conquistou mais um feito: consagrou-se campeã brasileira de adestramento na categoria elementar amador.

Sem conjuntos obtendo MER, CDI 3* tem disputa mais acirrada em small tourCom três conjuntos em big tour, o CDI 3*, realizado junto com o Campeonato Brasileiro e a Taça Brasil de Adestramento, não teve conjuntos obtendo o requisito mínimo de elegibilidade (MER, na sigla em inglês para minimum eligibility requirements) para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Nesta sexta 27/11, Victor Trielli Ávila venceu o grande prêmio com Corsário IGS (64,891%). Mais concorrida, a série small tour teve seis conjuntos na disputa, com vitória de Paulo Cesar dos Santos e Fidel da Sasa JE (69,529%).

CBA, Taça Brasil e CDI 3* têm quase 150 conjuntos; assista à transmissão ao vivo — Juntos, o Campeonato Brasileiro, a Taça Brasil e o CDI 3* receberam 144 inscrições nas mais diversas categorias, sendo 133 conjuntos no nacional e 11 no internacional — contudo, dois não passaram no vet check realizado, nesta quinta-feira 26/11. As provas, realizadas na Sociedade Hípica Paulista, começam na sexta (27/11), com small e big tour, pelo CDI 3*, e forte 1, média 2, elementar e cavalos novos pelo CBA e Taça Brasil. Assista à transmissão ao vivo (clicando na matéria – os vídeos saem do ar assim que o evento é encerrado).

Entrevistas em vídeo: 

Ordens de entrada e resultados: 

Programas: 

Resumo dos dias 

Quinta, 26 de novembro

  • 9:00 – 11:00: Inspeção veterinária Campeonato Brasileiro e Taça Brasil de Adestramento
  • 12:00: Inspeção veterinária CDI 3*

Sexta, 27 de novembro 

  • CDI 3*: provas FEI São Jorge, intermediária A e Grande Prêmio
  • CBA e Taça Brasil:
    • Cavalos novos 4, 5, 6 e 7 anos
    • Forte 1 – jovem cavaleiro, amador e profissional
    • Média 2 – júnior, juvenil, amador e profissional
    • Elementar – juvenil, amador e profissional

Sábado, 28 de novembro 

  • CDI 3*: FEI intermediária 1
  • CBA e Taça Brasil:
    • Cavalos novos 5, 6 e 7 anos
    • Forte 2 – amador top
    • Forte 1 – jovem cavaleiro, amador e profissional
    • Média 2 – júnior, juvenil, amador e profissional
    • Média 1 – juvenil, amador e profissional
    • Preliminar – mirim, juvenil, amador e profissional
    • Elementar – minimirim, juvenil, amador e profissional
    • Iniciante

Domingo, 29 de novembro

  • CDI 3*: provas FEI intermediária A/B freestyle, intermediária 1 freestyle e GP freestyle
  • CBA e Taça Brasil:
    • Cavalos novos 4 anos
    • Forte 2 – amador top
    • Forte 1 – jovem cavaleiro
    • Média 2 – júnior
    • Média 1 – juvenil amador e profissional
    • Preliminar – mirim, juvenil, amador e profissional
    • Elementar – minimirim
    • Iniciante
    • Pôneis

Todas as matérias:

Elizabeth McMullen, FEI 5*, e Kristi Wysocki, FEI 4*, confirmadas para julgar CDI 3*, CBA e Taça Brasil As juízas internacionais Elizabeth McMullen (FEI 5*, pelo Canadá) e Kristi Wysocki (FEI 4*, pelos Estados Unidos) constam na lista de júri de campo tanto do concurso internacional (CDI 3*), como do Campeonato Brasileiro e da Taça Brasil de Adestramento, que ocorrem de 26 a 29 de novembro na Sociedade Hípica Paulista. A Confederação Brasileira de Hipismo divulgou programas atualizados em 6 de novembro (acompanhe aqui).

Juízes internacionais estrangeiros escalados para Campeonato Brasileiro e Taça Brasil Dois juízes estrangeiros estão escalados para julgar o Campeonato Brasileiro (CBA) e a Taça Brasil de Adestramento deste ano: Max Piraino Lyon, juiz FEI 3* pelo Chile, e Cesar Lopardo Grana, FEI 4* pela Argentina. As provas serão de 26 a 29 de novembro de 2020 na Sociedade Hípica Paulista e, na mesma data, está também programado um concurso internacional (CDI), válido como CBA, para os conjuntos das categorias sênior (small tour), intermediário (medium tour) e sênior top (big tour).

CBA: categorias sênior, intermediário e sênior top devem entrar no CDINo Campeonato Brasileiro de Adestramento, os conjuntos das categorias sênior (small tour), intermediário (medium tour) e sênior top (big tour) deverão competir no concurso internacional de adestramento (CDI), cujos resultados valerão também para o CBA. Ambos ocorrem de 26 a 29 de novembro de 2020, na Sociedade Hípica Paulista. “Os concorrentes devem entrar no internacional, que vale ao mesmo tempo como CBA e CDI”, explicou a este noticiário Sandra Smith de Oliveira Martins, diretora de adestramento da CBH.