Autor: Roberta Prescott - Editora

Jornalista e apaixonada por cavalos! Começou a carreira jornalística em 1998 como repórter da extinta revista Notícias a Galope. Desde então, passou por diversas redações, tendo ocupado cargos de repórter, editora-assistente, editora, editora-executiva e correspondente para América Latina. Atualmente, é jornalista freelancer, escrevendo para diversos veículos nacionais e internacionais. Prêmios: 12º Prêmio Abecip de Jornalismo (2015) com a reportagem "O que restou do crédito", da revista Construção Mercado; 11º Prêmio Imprensa Embratel (2009) pela reportagem "Retrato de uma Década", junto com equipe da InformationWeek Brasil; 7º Prêmio Unisys de Jornalismo (2008) com a reportagem "Geração Y"; e 20º Prêmio Veículos de Comunicação (2006) pela InformationWeek Brasil. Formou-se em 2001 pela PUC-Campinas, tem pós-graduação na Universidad de Navarra (Espanha, em 2003). Em 2010, cursou o Master em Jornalismo – Gestão de Empresas de Comunicação pela Universidad de Navarra e IICS. Além disto, fez MBA em Educação Executiva pela Fundação Getúlio Vargas em 2008. LinkedIN: br.linkedin.com/in/robertaprescott/

O que fazer quando o cavalo fica “batendo a cabeça”?

AB_Pergunte_expert-peq O que fazer quando o cavalo fica “batendo a cabeça”, ou seja, reage demais e fica com a cabeça para cima e para baixo, muitas vezes sem parar, durante o treino ou as provas? A situação causa desconforto e pode sinalizar desde condução errada, hábitos antigos até algum problema de saúde do animal. Isabela do Valle dá dicas sobre como lidar com esta situação. Leia mais

Principais decisões da assembleia geral da FEI para o adestramento

A Federação Equestre Internacional (FEI) realizou sua assembleia geral de 18 a 21 de novembro em Montevidéu, no Uruguai. O evento contou com a participação de 250 delegados, representando 106 das 134 federações nacionais que englobam a FEI, e tomou decisões importantes sobre o futuro do esporte. Adestramento Brasil reúne as principais medidas aprovadas:  Leia mais

Tóquio 2020: WEG classifica seis nações e Pan-Americano, duas

A Federação Equestre Internacional (FEI) aprovou novos procedimentos de qualificação para os Jogos Olímpicos 2020 de Tóquio que inclui a classificação das seis nações mais bem-colocadas nos Jogos Equestres Mundiais (WEG — Tryon 2018) e duas no Pan-Americano (Lima 2019). O anúncio foi feito durante a assembleia geral da entidade que termina nesta terça-feira (21/11) em Montevidéu, no Uruguai, e que teve participação de 250 delegados representando 106 das 134 federações nacionais que englobam a FEI. Leia mais

FEI retira de votação proposta HiLo para mudar julgamento de adestramento

A Federação Equestre Internacional (FEI) retirou de votação a proposta, que ficou conhecida por “HiLoDrop”, para mudar as regras de julgamento das competições de adestramento. A assembleia geral está sendo realizada em Montevidéu, no Uruguai, com a participação de delegados representando 106 nações. Leia mais