Diferenças entre espádua para dentro, cessão à perna, apoiar, travers e renvers

AB_Pergunte_expert-peqNos movimentos laterais, o cavalo fica ligeiramente encurvado e se move em pistas diferentes. Nestes, exceto a cessão à perna, o principal objetivo é desenvolver e aumentar o engajamento dos posteriores e a reunião. Instrutora de equitação há três décadas, Adriana Santoro explica cada um dos movimentos.

Santoro ministra aulas de equitação há 33 anos e monta no Clube Hípico de Santo Amaro desde os 14 anos de idade. Em sua carreira, já fez clínicas com alguns dos melhores treinadores do mundo em salto, adestramento e hunter. Foi diretora da Federação Paulista de Hipismo (FPH) e do CHSA. Adestramento Brasil pediu à Adriana Santoro para detalhar os movimentos. Confira:

“Espádua para dentro é um exercício em três pistas no qual o cavalo se encurva uniformemente da cabeça ao rabo, deslocando-se paralelamente a si mesmo. Os ombros e os anteriores saem da pista, mantendo-se nela os posteriores. O ângulo em relação à direção do movimento não deve exceder os 30º. A espádua para dentro é um exercício preparatório para as figuras de travers (cabeça ao muro), renvers (garupa ao muro) e para os apoios.

Sempre que praticar um trabalho lateral, o cavaleiro deve ter em mente que são movimentos para frente e para o lado. O movimento para o lado é facilmente obtido e percebido. O mais importante, entretanto, é manter o movimento para frente constante e sob controle. O cavaleiro deve ter certeza que o cavalo, obediente às ajudas, move-se suficientemente para frente. À menor percepção da perda de impulsão, o exercício deve ser interrompido com um movimento para frente ou um círculo pequeno.

movimentos_laterais_cessao_espadua_Travers
Crédito ilustrações: CBH

O ceder à perna é o primeiro exercício e o mais fácil para ensinar o cavalo no trabalho em duas pistas, pois não exige encurvatura da coluna. Sua iniciação só deve ser feita quando o cavalo já domina bem o trabalho em círculos grandes, meias voltas, com equilíbrio e cadência, se apoiando corretamente nos dois lados da embocadura, e conseguindo se sustentar e colocar seu peso nos posteriores. Deve-se iniciar esta figura ao passo, primeiramente, e, posteriormente, ao trote elevado (de trabalho) para que o cavalo aprenda as ajudas e entenda o que lhe é solicitado, com calma e com tempo para assimilação.

movimentos_laterais_renvers_apoiar

Ao praticar a cessão à perna, certifique-se de que o cavalo não simplesmente caia na espádua do lado que você quer que ele vá. Ele deve ficar equilibrado e reto, cruzando o pé por cima para alcançar sua mão e alongar por meio da rédea de fora. Os passos não têm que ser rápidos, mas constantes e em ritmo com as andaduras do cavalo.

O travers é um bom exercício para iniciar o treinamento do apoio, uma vez que é um movimento realizado com encurvatura (lembre-se de que a encurvatura é feita pela perna e não pela rédea). É a mesma encurvatura usada no apoio. O travers pode ser executado ao trote ou galope reunido. O cavalo é ligeiramente encurvado em torno da perna interna do cavaleiro, mas com um grau de encurvatura maior que o da espádua para dentro. Um ângulo constante de aproximadamente 35 graus deve ser mostrado, de modo que, tanto de frente como de trás, vê-se quatro linhas distintas.

A antemão permanece na pista e a garupa desloca-se na pista interna. Os membros externos passam e cruzam a frente dos membros internos. O cavalo é encurvado para a direção para a qual está se deslocando. Para iniciar o travers, a garupa deve deixar a pista. O ideal é que seja feito depois de um canto ou de um círculo.

O renvers é o movimento inverso em relação ao travers. Ou seja, a garupa permanece na pista enquanto a antemão se move na pista interna. O mesmos princípios e as mesmas condições que se aplicam ao travers são aplicados ao renvers.

O apoio é um exercício movimento lateral em duas pistas que vai para frente e para o lado, assim como o travers, só que agora fora da parede (ou linha reta). O apoio é executado pelas linhas das diagonais ou pela linha do meio em direção à parede. É um exercício mais difícil tanto para o cavalo quanto para o cavaleiro. O cavaleiro tem que prestar muita atenção no centro do movimento para não atrapalhar o cavalo.”

A seção Pergunte ao expert tem como objetivo responder a dúvidas enviadas pelos leitores. Tem alguma pergunta? Envie para siteadestramentobrasil@gmail.com !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s