Campeonato Brasileiro e Taça Brasil 2021

Com 105 concorrentes nas diversas séries e categorias, o Campeonato Brasileiro e a Taça Brasil ocorreram de 17 a 21 de novembro no picadeiro coberto da Sociedade Hípica Paulista. Em 2021, o CBA e a Taça Brasil tiveram menos concorrentes comparado aos 128 de 2020 e aos 113 de 2019. Contudo, pelo terceiro ano consecutivo o campeonato registra acima de cem inscrições, lembrando que foram 75 em 2018 e  70 em 2017, o que mostra um avanço no adestramento brasileiro. Confira as principais notícias do evento, entrevistas com alguns ganhadores e reveja as apresentações:


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir anunciando ou fazendo Pix (contato@adestramentobrasil.com)


17 a 21 de novembro
Campeonato Brasileiro e Taça Brasil de Adestramento — SHP (SP)
Programa atualizado em 10/11 | Relação de inscritos | Ordens de entrada: 18/1119/1120/1121/11 | | Resultados imediatos dia a dia – página no Gira | Resultados consolidados – página Gira 

Matérias:

Victor Ávila sagra-se bicampeão sênior top com Corsário IGS Mais confiante, Victor Trielli Ávila conquistou o bicampeonato sênior top com o lusitano Corsário IGS. “No ano passado, eu fiz poucas provas de grande prêmio com o Corsário, então, cheguei ao Brasileiro um pouco inseguro. Já, neste ano, pude rodar o cavalo em várias provas. Um ano competindo em grande prêmio, constantemente, faz uma diferença absurda; dá muito mais segurança para o cavalo, então, a margem de erro é muito menor”, contou ao Adestramento Brasil. Na entrevista, Ávila relatou a vontade de estar no Time Brasil para os Jogos Mundiais e Sul-Americanos e contou como se preparou para o CBA.

Campeão sênior, Eduardo Alves de Lima explica trabalho para subir Florisbela a small tour No ano passado, Eduardo Alves de Lima, o Duda, venceu a Taça Brasil Profissional na média 2 com Florisbela. Foi uma disputa acirrada, na qual o conjunto terminou o primeiro dia em terceiro com 65,541% e conquistou o título após alcançar 72,588% no segundo dia. Ao dar entrevista, o cavaleiro da Ilha Verde disse que o plano era subir a égua para small tour. E assim o fez. A dupla não apenas disputou a concorrida forte 2 no Campeonato Brasileiro como levou o título de campeão para casa com porcentuais de 71,372% na prêmio São Jorge (1º lugar); 71,471% na inter 1 (1º lugar) e 72,065% no estilo livre (3º lugar). A seguir, leia a entrevista concedida pelo cavaleiro após a vitória.

Pódio cavalos novos 7 anos

Novidade V.O, Luar HM e Jorge V.O repetem 2020 e são campeões de cavalos novos Com 11 conjuntos disputando as séries de 4, 5, 6 e 7 anos, o Campeonato Brasileiro de Cavalos Novos consagrou animais que vêm conquistando títulos estadual e nacional. Assim como no CBA de 2020, Novidade V.O, Luar HM e Jorge V.O, novamente, levaram troféus de campeões para casa. Mas, desta vez, uma série acima, ganhando, respectivamente, 5, 6 e 7 anos. Na cavalos novos quatro anos, o campeão foi Magnum M.

Assista às provas:

Domingo 21/11:

  • Iniciante
  • Elementar minimirim e juvenil
  • Preliminar mirim e juvenil
  • Média 2 amador
  • Forte 1 e amador
  • Forte 2 sênior e amador top
  • Especial sênior top

Sábado 20/11:

  • Iniciante
  • Elementar amador, minimirim e juvenil
  • Preliminar mirim, amador e juvenil
  • Média 1 amador e juvenil
  • Média 2 júnior, amador e juvenil
  • Forte 1 amador
  • Forte 2 sênior e amador top
  • Especial sênior top

Sexta, 19/11:

  • Cavalos novos 4, 5, 6 e 7 anos
  • Elementar profissional e amador
  • Preliminar profissional e amador
  • Média 1 profissional, amador e juvenil
  • Média 2 profissional e júnior
  • Forte 1 profissional e jovem cavaleiro
  • Forte 2 sênior

Quinta, 18/11:

  • Cavalos novos 4, 5, 6 e 7 anos
  • Elementar profissional
  • Preliminar profissional
  • Média 1 profissional
  • Média 2 profissional
  • Forte 1 profissional

Concorrentes por série /categoria — total de conjuntos no CBA e Taça Brasil: 

Cavalos novos: 11 concorrentes

  • Cavalos novos 4 anos – 4 concorrentes
  • Cavalos novos 5 anos – 3 concorrentes
  • Cavalos novos 6 anos – 1 concorrente
  • Cavalos novos 7 anos – 3 concorrentes

Profissionais: 31

  • Elementar profissional – 5 concorrentes
  • Preliminar profissional – 8 concorrentes
  • Média 1 profissional – 6 concorrentes
  • Média 2 profissional – 3 concorrentes
  • Forte 1 profissional – 9 concorrentes

Amadores: 26 conjuntos

  • Elementar amador – 6 concorrentes
  • Preliminar amador – 8 concorrentes
  • Média 1 amador – 1 concorrente
  • Média 2 amador – 8 concorrentes
  • Forte 1 amador – 1 concorrente
  • Forte 2 amador top – 2 concorrentes

Juvenil: 10 concorrentes

  • Elementar juvenil – 6 concorrentes
  • Preliminar juvenil – 2 concorrentes
  • Média 1 juvenil – 1 concorrente
  • Média 2 juvenil – 1 concorrente

Sênior:: 15 concorrentes

  • Sênior (small tour) – 12 concorrentes
  • Sênior top (big tour) – 3 concorrentes

Outras: 12 concorrentes

  • Iniciante – 2 concorrentes
  • Minimirim (elementar) – 6 concorrentes
  • Mirim (preliminar) – 4 concorrentes