Campeonato Brasileiro e Taça Brasil 2018

Campeonato-Brasileiro-2018-patrocinio

Claudia Mesquita: cavalos novos têm de ter carisma e se mostrar —  Como é feito o julgamento dos cavalos novos? O que os juízes observam e levam em conta ao dar a nota. Esse foi o tema da entrevista em vídeo com a juíza FEI 4 * Claudia Mesquita 

Sandra Smith dá dicas de como ganhar nota nas provas —  A diretora de adestramento da Confederação Brasileira de Hipismo e juíza FEI 4*, Sandra Smith, deu algumas dicas para mitigar erros durante as provas.

Juiz Marcio Camargo avalia provas do CBA e fala do CAN do Festival do Lusitano O juiz FEI 2* Marcio Camargo avaliou o desempenho dos conjuntos e explicou por que a ABPSL decidiu transformar a final da Copa ABPSL em um concurso nacional de adestramento (CAN) de um dia durante o Festival do Cavalo Lusitano.

Amadoras comentam vitórias no Campeonato BrasileiroAmazonas das séries elementar, preliminar, média 1, média 2 e forte 2 explicam como foram os treinos que as levaram ao título

Campeã brasileira, Giovana Pass despede Zingaro de Lyw das pistas — O garanhão puro sangue lusitano (PSL) ficará aposentado no haras da família em São Paulo, cumprindo papel de reprodutor.

Disputa acirrada nas categorias de base marca o Campeonato Brasileiro — A diferença em pontos porcentuais que separou campeões, vices e terceiro lugares em categorias amadoras foi bastante pequena, o que mostra que a disputa foi acirrada no Campeonato Brasileiro de Adestramento.  

Florisbela vence CN 4 anos e Italy AMM, CN 6 anos — Concorrendo com quatro animais, Florisbela venceu a categoria de quatro anos, a mais disputada em cavalos novos no Campeonato Brasileiro de Adestramento 

Juízes destacam alto nível de CN e séries fortes no 1º dia do CBA e Taça Brasil — Com 66,565%, Giovana Pass venceu o GP com Zingaro de Lyw. Na séries de base, a disputa está bastante acirrada, com diferença de menos de um ponto porcentual  

:::::::::: VÍDEOS ::::::::::

Iniciante e elementar amador são as mais disputadas no CBA — O Campeonato Brasileiro de Adestramento e a Taça Brasil somaram um total de 77 conjuntos inscritos, representando cinco Estados. A lista dos conjuntos inscritos foi divulgada na noite desta quinta-feira (08/11)

CBH emite comunicado esclarecendo regras para CBA e Taça BrasilNo documento, a entidade esclarece alguns pontos sobre o funcionamento das provas e aponta mudanças em relação ao que consta no regulamento da CBH  

CBH faz Fórum Nacional de Adestramento durante Campeonato Brasileiro — A programação tem início às 10 horas com as boas-vindas e apresentação da CBH segue durante o dia inteiro no mezanino do picadeiro coberto de adestramento da SHP.

Campeonato Brasileiro e Taça Brasil pedem reprises 2 e 3; seis juízes escalados — O Campeonato Brasileiro de Adestramento e a Taça Brasil ocorrem de 8 a 11 de novembro na Sociedade Hípica Paulista, em São Paulo. O programa tem júri de campo formado por seis juízes, sendo três internacionais.

CBH libera selo até média 1 para CBA e Taça Brasil A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) manteve a política de isenção do selo da entidade para conjuntos competindo nas séries pôneis, iniciantes, elementar (amadores e profissionais), preliminar (amadores e profissionais), mirim e minimirim.


Entenda as diferenças:

CBA — Campeonato Brasileiro de Adestramento

• É o campeonato mais importante do ano.
• Organizado em um único fim de semana, quando são disputadas provas de diversas séries e categorias para definir o campeão e vice-campeão brasileiro do ano em vigor.
• Séries e categorias: seniores top (GP – big tour); seniores (forte 2); amadores das séries elementar, preliminar, média 1, média 2 e forte 1; amador top; jovens cavaleiros; juniores; mirins; minimirins; cavalos novos de 4, de 5 e de 6 e 7 anos; minimirins pônei, mirins pôneis e pônei escola.
• Conta para o ranking CBH com pontuação especial.

Taça Brasil

• Equivale ao CBA, mas é apenas as categorias profissionais.
• Séries e categorias: iniciantes; profissional elementar; profissional preliminar; profissional média I; profissional média II; profissional forte I e série intermediaria (medium tour).
• Define o campeão do ano em curso.
• Conta para o ranking CBH com pontuação especial.



Edição de 2017

No ano passado, o CBA e a Taça Brasil foram disputados na Sociedade Hípica Brasileira, no Rio de Janeiro, junto com o terceiro e último concurso de adestramento internacional (CDI) de 2017. Leia a cobertura completa dos campeonatos.

Quase 70 conjuntos, representando as federações de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, além do Regimento Nove de Julho de SP, Escola de Equitação do Exército e Círculo Militar de Polo, disputaram o campeonato brasileiro de adestramento 2017 para amadores e jovens talentos, a Taça Brasil para profissionais e o brasileiro de cavalos novos, sênior (forte 2) e sênior top (especial — GP).

Em amador, a série mais concorrida foi a elementar, com 11 conjuntos e vitória para vitória para Carolina de Arruda Botelho, representando a Federação Paulista de Hipismo (FPH), que ganhou com o brasileiro de hipismo Chronus Santa Dalila (TE) e nota final de 67,323%. No profissional, a série mais concorrida foi a média 1, com cinco conjuntos e vitória para Alexandre Morais de Oliveira, da FPH – Sociedade Hípica Paulista, com J.A. Orpheu-do-Carnaval e total de 69,128%. Sergio Castany de Fiori com Hiroshi AMM ficou em segundo (65,046%).

Anúncios