Juízes destacam alto nível de CN e séries fortes no 1º dia do CBA e Taça Brasil

As séries de cavalos novos, forte 2 e especial chamaram a atenção de juízes no primeiro dia do Campeonato Brasileiro e da Taça Brasil de Adestramento, que ocorre até domingo (11/11) na Sociedade Hípica Paulista (SHP). Com 66,565%, Giovana Pass venceu a categoria sênior top na prova de grande prêmio com Zingaro de Lyw; e, com 68,647%, Sarah Waddell levou Baccara à vitória na forte 2 categoria sênior.

Campeonato-Brasileiro-2018-patrocinio

Para o juiz Rui César Mello, há uma clara evolução dos cavaleiros. “Venho acompanhando os conjuntos e vejo uma evolução técnica bem acentuada. Tem evolução no GP, que é também uma evolução dos cavaleiros como resultado das participações no Mundial e na Olimpíada, que trazem melhoria. A prosseguir neste ritmo e dinâmica de prova conseguiremos resultados ainda melhores”, afirmou.

No GP, os representantes brasileiros nos Jogos Equestres Mundiais (WEG) Leandro Aparecido da Silva e Dicaprio, com 66,043%, e de Pedro Manuel Tavares de Almeida e Aoleo, com 64,522%, foram segundo e terceiro, respectivamente. Waddell ficou em quarto com Quixote Donnelly com 60,848%.

Em cavalos novos quatro anos, Florisbela venceu com 8,64 pontos, seguida de Julie Sky que pontuou 8,32. Empatados em terceiro, West Boy Gigant do Adonai e Joel Comando SN tiveram 7,96 pontos. Única concorrente em cinco anos, Senhorita V.O teve 8,46. Em seis anos, Italy AMM venceu com 8,18 e Hamilcar Interagro, em segundo, fez 8,10. Goya Cristal, em sete anos, fez 7,26.

“Estou acompanhando cavalos novos quase que o ano inteiro. Temos cavalos muito bons que mostraram, realmente, que estão dentro da escala de treinamento e boa qualidade boa”, afirmou a juíza Sonia Hanssen.

No Campeonato Brasileiro, a série iniciante teve nove conjuntos na disputa, sendo que seis conjuntos fizeram notas acima dos 66%. Em elementar amador, dos sete concorrentes, quatro pontuaram acima dos 65%. Já em preliminar, dos sete conjuntos, os cinco primeiros ficaram com mais de 64%. Nessas três séries de base, a disputa está bastante acirrada, com diferença de menos de um ponto porcentual entre primeiro e segundo lugares.

>>> Confira cobertura especial do Campeonato Brasileiro e da Taça Brasil

 Ao comentar o desempenho geral dos conjuntos de elementar e preliminar, Hanssen disse a Adestramento Brasil que têm conjuntos evoluindo e outros que estão mais estagnados, mas, olhando pelo ano inteiro, estão progredindo. “Estou vendo que os cavalos não estão andando suficientemente, então, tem de ter sempre uma boa impulsão para melhorar o contato. E eles também estão perdendo pontos nos cantos e nos altos, que são fáceis de conquistar”, explicou.

Presidido pela juíza internacional FEI 4* Claudia Mesquita, o júri de campo é composto pela juíza FEI 4* Sandra Smith de Oliveira Martins, pelo juiz FEI 2* Marcio Navarro de Camargo e pelos juízes nacionais Rui César Mello, Sonia Hanssen e Claudia Marcia de Sant’Anna.

O Campeonato Brasileiro de Adestramento e a Taça Brasil tiveram 75 conjuntos na disputa, representando seis Estados. As séries iniciante e a elementar amador são as mais disputadas, com nove concorrentes em cada uma delas. As competições começaram dia 9 de novembro, com a inspeção veterinária.

Anúncios

Uma resposta para “Juízes destacam alto nível de CN e séries fortes no 1º dia do CBA e Taça Brasil”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.