Amadoras comentam vitórias no Campeonato Brasileiro

As mulheres dominaram o pódio no Campeonato Brasileiro de Adestramento. Da série iniciante a forte 2 amador, somente amazonas alcançaram o primeiro lugar no pódio. Adestramento Brasil entrevistou em vídeo algumas das campeãs para saber como foram os treinos que as levaram ao título.

Campeonato-Brasileiro-2018-patrocinio

Em iniciante, série com maior número de competidores (nove), Beatriz Arantes, da Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro (Feerj), venceu montando Earl De Vanou. Com o mesmo animal, Mariana Magalhaes venceu em elementar minimirim. Representante da Federação Gaúcha de Esportes Equestres, Barbara de Lima venceu na mirim com o cavalo Phbr Corlando.

Campeã na elementar, com sete conjuntos competindo, Bettina Toledo, representando a Federação Paulista de Hipismo (FPH), levou o título com o recém-adquirido Rendsgards Lathago. O CBA foi a segunda competição do conjunto. “Estou há pouco tempo com o cavalo, mas ele é espetacular e temos nos dado superbem desde a primeira montada”, disse.

Neste ano, Carolina de Arruda Botelho, da FPH, sagrou-se bicampeã brasileira com Chronus Santa Dalila. No ano passado, ela venceu a elementar amador e, neste ano, levou o título na preliminar, que teve um total de sete competidores. “No ano passado, a gente fez a preliminar no Ranking da SHP para ficar familiarizado com as reprises e me deu muita segurança, porque fiz neste ano o que havia treinado”, contou a amazona que também está competindo no Campeonato Paulista.

>>>> Confira a cobertura especial do Campeonato Brasileiro 2018

Na média 1, a aluna da escola de equitação da Sociedade Hípica Paulista e representante da FPH, Raquel Mendonça Maurel de Mattos ganhou com Franco. Ela competiu com mais três conjuntos. Ao comentar a evolução do conjunto, que melhorou as notas em relação a 2017, quando também competiu na média 1, a amazona disse que foi feito um trabalho de entendimento dos apontamentos dos juízes. “Comparamos bastante as reprises do ano passado e deste e focamos no que os juízes não estavam gostando”, contou.

Ganhadora em duas categorias, a representante da FPH Paula Maria Pinto de Souza Nogueira venceu com Estribilho na média 2 (total de três concorrentes) e na forte 2 (quatro concorrentes), como amadora top, com Xango do Arete, cavalo que ela tem há três anos e que ficou parado por 2,5 meses em meados de 2018 devido a uma lesão.

“Nós evoluímos bastante, principalmente, neste ano que estou com uma professora maravilhosa, a Marianne Van Cleef, e estou conseguindo fazê-lo andar mais, com mais impulsão”, contou. Já Estribilho é uma aquisição bem recente. “Ele estava começando a fazer São Jorge e, como adquiri há dois meses, resolvi fazer a média 2 para nos conhecermos”, explicou.

Única concorrente em júnior, Julia Nemr, pela FPH, fez 69,069% no domingo e 65,303%, no sábado, com Casmurro HI. Já na forte 1, também competindo sozinha, Adriana Correa Martins, pela Feerj, venceu com RM Elektra.

Confira todos os resultados do CBA e da Taça Brasil 2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.