Tag: CDI

CBH cancela eventos chancelados pela entidade até 31 de março

A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) emitiu uma nota, na noite deste sábado (14/03), divulgando que decidiu cancelar, a partir da próxima segunda-feira 16/03, todos eventos chancelados pela entidade que seriam realizados até o dia 31 de março devido ao surto do coronavírus covid-19. O posicionamento da CBH saiu horas depois de a Federação Paulista de Hipismo (FPH) soltar um comunicado recomendando às entidades que cancelem e/ou adiem todos os eventos até 31 de março de 2020, prazo que pode ser prorrogado. Em ambos os casos, a justificativa é evitar a aglomeração de pessoas. Tanto a CBH quanto a FPH já haviam anunciado o adiamento das cerimônias de entrega de seus respectivos prêmios.

Leia mais

Após estrear Baluarte, Luiza Almeida competirá em mais GPs para melhorar desempenho

A segunda semana de provas no CDI 3* de Cascais, em Portugal, marcou a estreia do conjunto Luiza Tavares de Almeida e Baluarte do Vouga em big tour. “Eu fiquei muito feliz de ter levado o Baluarte para o mais alto nível e sabemos que nem todos os cavalos chegam lá, aliás, a maioria deles”, disse a amazona. “Foi uma prova, no geral, bem OK para estreia. O CDI foi muito forte, com juízes duros e concorrentes fortes, então, no geral, pelas circunstâncias e, por ser a primeira vez dele fazendo GP e em um CDI destes, eu fiquei feliz”, avaliou.
Leia mais

Pedro Almeida conquista MER com Xaparro do Vouga em Cascais

Em uma prova de grande prêmio julgada por quatro juízes internacionais cinco estrelas — e um FEI 3* —, Pedro Tavares de Almeida, com Xaparro do Vouga, e o João Victor Marcari Oliva, com F-Aron e Massa voltaram a registrar notas acimas de 66%. Com isto, Pedro Almeida e Xaparro do Vouga passam a ser o segundo conjunto brasileiro os requisitos mínimos de elegibilidade (MER, na sigla em inglês para minimum eligibility requirements) exigidos pela Federação Equestre Internacional (FEI) para participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 (leia todas as matérias). O índice foi obtido nesta sexta-feira (06/03) na segunda semana do CDI 3* de Cascais, em Portugal.   Leia mais

João Victor Oliva: “Fiquei feliz; consegui preparar melhor o cavalo”

Primeiro brasileiro a obter o requisito mínimo de elegibilidade (MER, na sigla em inglês para minimum eligibility requirements) para participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 (leia todas as matérias), João Victor Marcari Oliva disse ao Adestramento Brasil que conseguiu preparar melhor F-Aron de Massa para a prova de grande prêmio no último sábado 29/02, no CDI 3* de Cascais (Portugal). “Fiquei feliz com a apresentação. Acho que, desta vez ,eu consegui preparar melhor o cavalo. Quando eu estava competindo no Norte da Europa, estava correndo atrás dos resultados mais para salvar o País do que pensando em mim mesmo. Agora tive tempo para preparar melhor o cavalo”, contou.
Leia mais

Pedro Almeida avalia como positiva participação no CDI 3* de Cascais

Pedro Tavares de Almeida avaliou como positiva sua participação no CDI 3* de Cascais, em Portugal, no último fim de semana, quando alcançou um dos dois índices exigidos pela Federação Equestre Internacional (FEI) para poder disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Com Xaparro do Vouga, o atleta registrou 66% de porcentual final e 66,848% com o juiz FEI 5* Leif Tornblad. “De modo geral, acho que foi positiva a estreia. Com um pouco mais de treino e conjunto, acredito que, no próximo fim de semana, ambos os resultados devem melhorar”, disse.
Leia mais