Tag: Jeferson Rodrigo Pereira

Três empates e 11 acima dos 66% marcam forte disputa em small tour

ATUALIZADA – A terceira etapa do Ranking da Sociedade Hípica Paulista, válida como temporada oficial da Federação Paulista de Hipismo, deu uma prévia de como deve se dar a corrida por uma vaga na equipe brasileira para os Jogos Sul-Americanos do Paraguai (Odesur 2022) em outubro deste ano. Foram 17 conjuntos seniores competindo na reprise prêmio São Jorge e quatro no grande prêmio. Em small tour, a disputa foi tão acirrada que houve empates na primeira (68,824%), terceira (68,015%) e quinta colocações (67,574%). Com julgamento da juíza FEI 4* Sandra Smith e do juiz FEI 2* Márcio Camargo, dos 17 concorrentes na forte 2 sênior, 11 pontuaram acima dos 66%.

Continue lendo “Três empates e 11 acima dos 66% marcam forte disputa em small tour”

Cuta, do Haras Crystal, mira seletivas para o Sul-Americano com dois lusitanos

Jeferson Rodrigo Pereira — mais conhecido como Cuta — almeja disputar as provas seletivas para as vagas para integrar a equipe brasileira nos Jogos Sul-Americanos, o Odesur, que será realizado no Paraguai. Em entrevista a Adestramento Brasil, o cavaleiro do Haras Crystal disse que planeja competir concursos internacionais (CDIs) com Ferragamo Crystal, com quem ficou em 4º no Campeonato Brasileiro em 2021, e com Everest Crystal com quem se sagrou vice-campeão brasileiro em 2020 — em ambos os casos em small tour. “As seletivas para o Sul-Americano são o objetivo maior do haras; é o projeto que vamos focar. Sabemos que serão muito disputadas e queremos, no mínimo, incomodar”, disse.

Continue lendo “Cuta, do Haras Crystal, mira seletivas para o Sul-Americano com dois lusitanos”

Tenha calma, estabeleça um plano e divirta-se — os ensinamentos de Michael Rohrmann, mestre-equitador alemão

Você tem tempo para executar o exercício. Estabeleça um plano antes de começar a montar com o objetivo que quer alcançar e tenha em mente que pode precisar mudar, então, conte com planos A, B, C…Z. E, mais importante: você e seu cavalo precisam se divertir; treino não é competição. Esses foram alguns dos ensinamentos que o alemão Michael Rohrmann, mestre-equitador aprovado pela Federação Alemã, compartilhou com alunos de níveis variados, profissionais e amadores, durante uma clínica em São Paulo. Durante as aulas, o reitlehrer enfatizou o que todos que montam deveriam ter como mantra: a boa base é tudo; é o que sustenta e o que leva o conjunto adiante.

Continue lendo “Tenha calma, estabeleça um plano e divirta-se — os ensinamentos de Michael Rohrmann, mestre-equitador alemão”

Sem conjuntos obtendo MER, CDI 3* tem disputa mais acirrada em small tour

Com três conjuntos em big tour, o CDI 3*, realizado junto com o Campeonato Brasileiro e a Taça Brasil de Adestramento, não teve conjuntos obtendo o requisito mínimo de elegibilidade (MER, na sigla em inglês para minimum eligibility requirements) para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Nesta sexta 27/11, Victor Trielli Ávila venceu o grande prêmio com Corsário IGS (64,891%). Mais concorrida, a série small tour teve seis conjuntos na disputa, com vitória de Paulo Cesar dos Santos e Fidel da Sasa JE (69,529%). Leia mais

Roger Clementino, sobre quarentena: “ganhamos tempo para condicionar e ensinar novos exercícios aos cavalos”

“Ficar sem prova é muito ruim, porque é ela que nos faz manter focados e não nos deixa cair na zona de conforto. Pelo outro lado, quando estamos em competições, sempre necessitamos de tempo para melhorar os conjuntos e esse tempo veio da pior forma possível”, contou Rogério Clementino à série especial que Adestramento Brasil está conduzindo com objetivo de entender como as restrições impostas pela pandemia e a suspensão das competições afetam haras e atletas. Desde que montou seu centro de treinamento, em parceria com Jefferson Pereira, os ginetes têm se apresentado e provas e conquistado títulos. Agora, em quarentena, o foco também está em treinar cavalos para disputar vaga na equipe brasileira.
Leia mais