Giovana Pass leva Eleito ao pódio em CDI 3* na Espanha

Giovana Prado Pass voltou recentemente da Espanha onde competiu em small tour em dois concursos de adestramento internacionais (CDIs). A amazona brasileira estava há pouco mais de um ano sem montar Eleito Plus, garanhão adquirido em meados de 2017 e que fica na Europa — até há pouco mais de um mês estava em Portugal, quando a amazona treinava com Paulo Caetano, e agora reside na Espanha com o novo treinador Claudio Castilla Ruiz.

“Fizemos dois CDI em small tour. O primeiro foi complicado, pois só pude montá-lo três dias antes da prova. Já no segundo fizemos duas ótimas provas”, contou ao Adestramento Brasil. A primeira competição foi o CDI 3* de Camarma de Esteruelas, de 14 a 17 de março. Na prêmio São Jorge ficou em sexto de 13 conjuntos com 66,147% e na intermediária 1 em oitavo com 63,794%.

Na semana seguinte, a amazona disputou o CDI 3* de Madri, de 22 a 24 de março, e melhorou tanto sua pontuação quanto classificação, indo ao pódio nos dois dias. Na PSJ, garantiu o terceiro posto (de dez concorrentes) com 67,706% e ficou em segundo na intermediária 1, totalizando 67,824%.

“Fiquei bastante satisfeita com as provas. Sabemos que as notas na Europa são bem diferentes das notas por aqui. Sem contar que para o Eleito também não foi fácil, com tantas mudanças: de local, comida, treino, tudo”, disse. Com Eleito, Giovana Pass mira nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Por isto, o plano, contou, é subi-lo para o grande prêmio ainda neste ano.

Giovana Pass está treinando com o Claudio Castilla desde janeiro deste ano. “Senti que era o momento de fazer um upgrade. Quanto mais conheço do Claudio, mais o admiro. Ele é incrível, como pessoa, cavaleiro e treinador. Os resultados dele não deixam dúvidas. Tanto com os lusitanos como com os warmbloods. Ficar em 12º lugar no Mundial, não é para qualquer um. Além disso, houve uma empatia muito grande entre nós, desde o início.”

Nos próximos meses, ela vai se concentrar nos cavalos no Brasil, enquanto o Claudio seguirá trabalhando o Eleito na Espanha.

De olho no Pan
No Brasil, a amazona prepara Colosso para a São Jorge e Dorus para o grande prêmio para disputar os concursos de adestramento internacionais (CDIs) que estão sendo realizados para observação e seleção dos conjuntos que integrarão a equipe brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. “Aqui no Brasil estou com vários cavalos; é até difícil conciliar tantos cavalos com a faculdade. Mas em princípio para esse ano tenho o Colosso e Dorus que estão passando por um processo de reconstrução”, disse.

Giovana também não descarta voltar a competir com o Zingaro de Lyw para tentar uma vaga no Time Brasil. “Achei que fossem aparecer novos cavalos de GP, mas, infelizmente, só estamos com dois cavalos de big tour. Vou tirá-lo da aposentadoria por uma causa nobre!”, disse.

O garanhão puro sangue lusitano está aposentado desde novembro de 2018, após a dupla vencer o Campeonato Brasileiro. Na ocasião, Giovana Pass aproveitou a competição para prestar homenagem a Zingaro, que se despedia das grandes competições.

Foto: Lola Almeda Renes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.