Definidas as equipes que representam o Brasil em WEG

Sem surpresas, a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) revelou, nesta sexta-feira (13/07), os quatro conjuntos que irão representar o Brasil na modalidade adestramento nos Jogos Equestres Mundiais (WEG, na siga em inglês) que começam dia 11 de setembro nos Estados Unidos.

A equipe será composta por Giovanna Prado Pass com Zingaro de Lyw, João Victor Marcari Oliva com Xiripiti, Leandro Aparecido da Silva com Di Caprio e Pedro Tavares de Almeida com Aoleo. A CBH vai levar um time composto por quatro conjuntos, abrindo mão do reserva.

O time já estava desenhado faltando apenas o segundo índice de Pedro Almeida, que, depois de disputar dois CDIs em 2017 sem conseguir os porcentuais necessários para torna-se apto a competir em WEG, alcançou o feito no último CDI 3*, realizado na Sociedade Hípica Paulita de 5 a 8 de julho. Ele havia conquistado o primeiro índice no CDI 3* de Tatuí, em abril. Em entrevista em vídeo, Almeida explicou o que fez para melhorar as notas e como está sendo sua rotina de treinos visando à preparação para o Mundial.

Giovana Pass com Zingaro de Lyw, Leandro Silva com Di Caprio e João Victor Oliva com  Xamã dos Pinhais já tinham conseguido os índices em 2017. Neste ano, porém, Oliva, que reside na Europa, começou a disputar provas com nova montaria, o  Xiripiti TVF. No grande prêmio do CDI 4* Grand Ducal de Luxemburgo, o conjunto registrou seu 5º índice, tendo 66,304% de nota média final e 67,065% com o juiz FEI 5* Raphael Saleh, da França.

Para disputar o Mundial, todos os conjuntos precisam obter dois índices mínimos de 66% atribuídos tanto por juízes internacionais FEI 5* como também como nota total final (média) na prova de grande prêmio (GP) em duas competições diferentes de nível CDI 3*, CDI 4*, CDI 5*, CDI-W ou CDIO. Os juízes 5* devem ser de nacionalidade diferente do atleta.

Confira neste link a íntegra com os resultados de todos os CDIs realizados no Brasil válidos como processo classificatório para WEG.

Paraequestre
A CBH também divulgou os nomes que vão representar o Brasil no adestramento paraequestre:  Marcos Fernandes Alves com Vladimir, Rodolpho Riskalla com Don Henrico, Sérgio Fróes Ribeiro de Oliva com Coco Chanel e Vera Lucia Martins Mazzilli com Ballantine.

Sérgio Oliva está, neste momento, treinando na França com a égua Coco Chanel como preparação para WEG. Este conjunto conquistou duas medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Anúncios

6 respostas para ‘Definidas as equipes que representam o Brasil em WEG’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.