CBH divulga regulamento veterinário atualizado

A Confederação Brasileira de Hipismo divulgou o regulamento veterinário (RV) atualizado. A nova edição é válida a partir de 1º de julho desde ano e substitui as edições e os documentos oficiais anteriores. Alterações no RV são feitas a cada dois anos, mas correções, pequenas alterações ou a suspensão de alguns artigos podem ser realizados a qualquer momento pela diretoria.

A CBH afirma que o novo RV tem como base o regulamento veterinário da Federação Equestre Internacional (FEI) a fim de garantir uma maior consistência e um entendimento comum entre os níveis nacional e internacional de competições. Mas a CBH destaca que há diferenças entre os RVs para melhor adaptação às características do País

A leitura do RV é importante para entender o código de conduta para o bem-estar do cavalo e como a condição física, aptidão esportiva e o bem-estar devem ser observados durante as competições equestres nacionais, evitando qualquer ameaça a um jogo justo na interação entre o cavalo e cavaleiro.

No RV também constam as regras para o preenchimento correto do passaporte, principal documento de identificação dos cavalos, bem como as regras de vacinação, como, por exemplo, que nenhum animal deve ser vacinado nos sete dias que antecedem à competição, contando, inclusive, o dia de entrada do animal ao evento.

As vacinas contra gripe equina (influenza) e encefalomielite são obrigatórias para os cavalos participantes das competições CBH. O nome, número do lote da vacina e a data de administração devem ser registrados no passaporte pelo veterinário responsável pela vacinação.

O RV também aborda como deve ser feita a inspeção veterinária, as coletas de amostras antidopagem e como é feita a escolha dos animais, o trabalho dos comissários e outros temas acerca do bem-estar do animal.

Outro ponto abordado é a regra para administração de medicamentos e o tratamento durante os dias de provas. Desde 1º de janeiro de 2018, a FEI não permite tratamento de cavalos no dia da competição, com apenas algumas exceções. Esta regra, no Brasil, é somente aplicada nos CDIs.  A CBH segue a lista de substâncias proibidas da FEI, a Equine Prohibited Substances List (EPSL) – confira aqui.

Não deixe de ler o regulamento veterinário da CBH. Confira aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.