Prós e contras de dar férias aos cavalos

No recesso de fim de ano, bem como nos meses sem provas oficiais, como em janeiro e em julho, os proprietários e treinadores costumam dar férias a seus animais. Na entrevista a seguir, os médicos veterinários Ayrton Rodrigo Hilgert e Paulo Moreira Bogossian explicaram os prós e contra da prática e deram dicas do que fazer para manter a forma do animal durante o período de descanso.

Ambos os veterinários têm graduação em medicina veterinária, residência em clínica e cirurgia de equinos e mestrado em clínica de equinos. Atualmente, eles realizam doutorado na área e integram o grupo de pesquisadores do Laboratório de Medicina Esportiva Equina (LAMEQ) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootécnica da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP).

Dar férias para os cavalos é uma prática é recomendada? Por quê?
Essa prática é, sim, muito recomendada. Esse período de descanso é importante para que o animal possa expressar o seu comportamento natural e ter uma recuperação tanto física quanto mental, o que além de trazer benefícios à sua saúde, também pode melhorar o seu rendimento na próxima temporada de competições.

O que se caracteriza como férias? Tem de levar para o campo para ficar solto ou redução de trabalho já se caracteriza?
Férias são períodos prologados de descanso para o cavalo, que devem ser planejados e executados estrategicamente. As férias no fim da temporada são importantes para a recuperação física, isto é, muscular, articular, óssea e cardiorrespiratória; e também mental dos cavalos, que são desafiados a cumprir programas de treinamento e competição árduos durante o ano. A redução do volume de trabalho, do número de viagens e competições são estratégias válidas para “dar férias” ao cavalo, no entanto, é muito importante permitir que os mesmos fiquem soltos a pasto nesse período. Lidar com ambientes naturalmente diversos, e interagir com outros cavalos são elementos fundamentais do comportamento dos equinos e, além de eticamente adequados, trazem benefícios notáveis para a saúde e para o rendimento na próxima temporada.

Curta nossa página no Facebook e Instagram

Quais são os prós e contras de dar férias?
As férias têm como principais vantagens reduzir o estresse físico e mental dos cavalos; e, deste modo, diminuir o risco para lesões musculoesqueléticas, distúrbios metabólicos e comportamentais. Por outro lado, períodos muito longos de férias podem fazer com que o cavalo perca condicionamento físico, o que também é um fator de risco para lesões no início da temporada. Além disso, alguns cavalos podem ganhar peso exageradamente neste período, devido à diminuição brusca do gasto e energético e, portanto, será mais laborioso trazê-lo de volta à forma no começo da temporada. As férias servem também para os cascos e todas as estruturas dos membros distais. Algumas semanas sem ferrageamento podem ser muito interessantes para a saúde dos cascos do seu cavalo no longo prazo!

Existem férias ideais? Como seria?
O ideal é sempre conseguir dar pelo menos um período de descanso para o animal, em que esse possa ter vida livre a pasto para expressar seu comportamento natural e relaxar. Quanto ao prazo, é difícil estabelecer um período que seria ideal para todos os animais, pois isso vai depender do seu grau de desgaste, condicionamento físico e capacidade de reiniciar as atividades. Geralmente, é recomendado que o animal tenha pelo menos um mês de repouso à pasto, com retorno gradativo aos treinamentos, realizando principalmente atividades de condicionamento físico no início. Em alguns casos, é indicado que exercícios leves já comecem a ser realizados ainda no final das férias (após 15 dias de repouso, por exemplo), principalmente, para animais que perdem condicionamento físico muito rápido.

Para o cavalo atleta, que, em dezembro, terminou a temporada de provas, como dar férias sem que ele perca a forma física e demore a recuperar?
É natural que, durante o período de descanso do animal, ele perca um pouco do seu condicionamento físico, assim como acontece com atletas humanos. Afinal, férias são justamente períodos de descanso! Para que esse prejuízo ao condicionamento não ocorra de maneira exagerada, podem ser realizados exercícios leves com o animal na guia na fase final das férias. E, ao retorno das atividades, deve ser estabelecido um programa gradativo de treinamento e alimentação para que o animal retorne ao seu condicionamento físico ideal. Muitas vezes, a exemplo do que ocorre em outras modalidades, na primeira prova que disputará ao retornar às atividades, o animal pode ter um desempenho aquém daquele que normalmente apresenta, no entanto, a partir da segunda prova há grandes chances de apresentar um rendimento muito melhor do que vinha apresentando antes das férias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.