Taça São Paulo pede reprises nº 1; saiba quem são os juízes

Rosalind Flosi de Vasconcellos Macedo, presidente, Marcio Navarro de Camargo e Sonia Elisabeth Hannsen são os juízes escalados para julgar a Taça São Paulo de Adestramento, que ocorre junto com a 2ª etapa do Ranking da SHP e conta pontos para o Troféu Eficiência.

As reprises a serem executadas para as séries de iniciantes a forte 1 são de número 1 e que constam na página da CBH. Na forte 2, os conjuntos devem apresentar a prêmio São Jorge e, em especial, a FEI intermediaria 2. Confira o programa da prova aqui.

As inscrições definitivas (R$ 150,00 por conjunto), reservas de estabulagens (R$ 300,00 por cavalo) e quarto de sela encerram-se em 09 de abril de 2019 às 17 horas. Cada concorrente poderá inscrever-se, em cada série, com até três animais. O sorteio para ordem de entrada será realizado na secretaria do evento no dia 9 de abril 2019, diz o regulamento (confira a íntegra aqui).

Neste ano, a Taça São Paulo não é etapa obrigatória, mas contará pontos peso 2 para o Troféu Eficiência. A mudança faz parte das alterações que a Federação Paulista de Hipismo fez no formato do Campeonato Paulista de Adestramento (CPA) para a temporada 2019. Em vez de ser disputado em diversas etapas ao longo do ano, ele ocorrerá em no último trimestre e será realizado em duas provas. Em entrevista em vídeo, o diretor de adestramento da Federação Paulista de Hipismo, Luis Pacheco Ambar, explica o que motivou as mudanças.

“O adestramento amadureceu bastante e já conseguimos um número maior de cavaleiros. Então, foi o ano de mudarmos um pouco, até porque o Campeonato Paulista estava se confundindo com o Troféu Eficiência”, disse.

Campeonato Paulista

  • Realizado em duas etapas obrigatórias em 20 de outubro e em 9 de novembro
  • Sagram-se campeões e vice-campeões por categoria e série aqueles que obtiverem a maior pontuação na somatória das etapas, de acordo com a tabela de pontuação (abaixo)
  • Quando houver empate na soma dos resultados finais de dois ou mais conjuntos, ganha o conjunto que tiver obtido o maior resultado na última prova do CPA
  • Um mesmo cavaleiro não poderá ser proclamado campeão e vice-campeão paulista. Quando isso ocorrer, caberá ao terceiro classificado o título de vice-campeão

Paulistão

  • Disputado em uma única etapa durante o Paulistão de Salto, em 30 de junho
  • Sagram-se campeões e vice-campeões por categoria e série

Taça São Paulo

  • Disputada em uma etapa, em 13 de abril
  • Sagram-se campeões e vice-campeões por categoria e série

Troféu Eficiência

  • Disputado ao longo do ano em provas dos rankings das hípicas, pré-definidas no calendário da FPH
  • Não serão efetuados descartes, ou seja, todas as provas que constam do calendário serão computadas para o Troféu Eficiência
  • Será necessária a participação em pelo menos 40% das provas que constam do calendário
  • Os pontos seguem a tabela definida pela FPH (abaixo)
  • Serão computados os pontos por cada prova nos eventos, considerando os coeficientes de acordo com o tipo do evento:
    • Campeonato Paulista (coeficiente x 2)
    • Campeonatos estaduais, temporadas e regionais (coeficiente x 2)
    • Taça São Paulo (coeficiente x 2)
    • Paulistão de Adestramento (coeficiente x 2)
    • Campeonato Brasileiro (coeficiente x 1)
    • Campeonatos Nacionais (coeficiente simples x 1)
    • Campeonatos Internacionais (coeficiente simples x 1)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.