Em debate, Ismael Silva, da ABPSL, defende união do setor para vencer barreira do mormo

O presidente da Associação Brasileira do Puro Sangue Lusitano (ABPSL), Ismael Silva, defendeu que as associações de cavalo devam se juntar para abrir caminho para a exportação aos países da Europa. Silva explicou que o lusitano já é exportado, principalmente para os Estados Unidos, mas que os criadores enfrentam sérias dificuldades para levar os animais ao mercado europeu por causa do mormo.

“O que precisamos é nos unir como associações e sermos efetivos para abrir o mercado europeu. Criar um corredor para que possamos exportar os cavalos”, disse, ao participar do debate “Horse Debates Equestres”, promovido pela revista Horse e que contou ainda com o presidente da Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida (ABCPCC), Antonio Quintella, e do vice-presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Campolina (ABCCCampolina), José Henrique Salvador.

O presidente da ABPSL lembrou que ações junto ao governo federal já foram feitas no passado, mas sem resultar em nado efetivo. Atualmente, o mormo e as imposições sanitárias do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) dificultam a exportação de equídeos para países da Europa e Ásia.

Antonio Quintella, da ABCPCC, argumentou que o mormo une todas as associações, porque elas têm a vontade e a necessidade de exportar. “Temos, por conta do mormo, os mercados europeu e asiáticos fechados, mas hoje houve mudança no Mapa com a nova ministra [Tereza Cristina] e estão nos auxiliando”, disse Quintella.

Silva, da ABPSL, acrescentou que é necessário olhar para mercados regionais. “Nós não temos um protocolo [de exportação] com a Colômbia. E também precisamos ter uma pessoa no exterior para convencer a comunidade europeia a aceitar nossos animais”, ressaltou.

Já Salvador, da ABCCCampolina, pontuou que a raça é relativamente nova e não tem exposição internacional forte, apesar de já ter havido exportações de animais para alguns países. “A gente, enquanto associação, precisa trabalhar uma agenda comum para mostrar para a sociedade o bem que a criação da cavalos gera para a sociedade – empregos, gira a economia. E, neste momento de crise, vemos o quanto o mercado de cavalo é resiliente, porque continua sendo bem transacionado e gerando empregos”, acrescentou Salvador.

Sem provas
No debate ao vivo, Silva defendeu que, sem vacina ou medicamento eficaz para a Covid-19, não é seguro realizar provas e que, por isto, o calendário de eventos da ABPSL está suspenso. Ele lembrou que a prova que seria realizada no Guarujá, litoral de São Paulo, inaugurando a temporada da Copa ABPSL e do Troféu Eficiência, teve de ser cancelada em março.

“Conseguimos todas as licenças para fazer uma prova na praia. Depois, veio a pandemia e não pudemos realizar. A nossa exposição internacional, que seria em maio, também foi cancelada. Afastamos o pessoal da ABPSL por 30 dias, mas, como a associação fica em um escritório amplo, após as férias, duas funcionárias retornaram ao trabalho e não temos atendimento ao público”, explicou, ao ser questionado sobre os cuidados durante o período de quarentena.

O presidente da ABPSL também lembrou que as atividades da associação, tais como comunicações de nascimento e morte, já são feitas de forma virtual e, por isto, não foram impactadas pelas medidas de distanciamento físico. “A organização do stud book é 100% online, por isto, que o efetivo de funcionários é bastante reduzido. Sentimos falta do calor fraternal, de estarmos juntos, da festa, de leilão, de exposição. Mas entendemos que, se não houver vacina, fica complicado realizar qualquer tipo de evento.”

Assista ao debate na íntegra:


LOGO_ABPSL


canal de notícias 
Isto é Lusitano é produzido por Adestramento Brasil e tem o patrocínio Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Puro Sangre Lusitano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.