Jorge da Rocha acusa Vincenzo Truppa de omitir problemas do Eremo del Castegno; Truppa responde

O cavaleiro brasileiro Jorge Ferreira da Rocha estaria acusando Vincenzo Truppa, de quem o cavaleiro brasileiro comprou o cavalo olímpico Quixote Eremo del Castegno, de ter omitido problemas do cavalo, que seria manco. Rocha adquiriu o cavalo no final de 2015 na esperança de conseguir uma vaga para os Jogos Olímpicos de 2016, realizados no Rio de Janeiro.

O conflito foi notícia de matéria publicada nesta última segunda-feira (19/6) no Dressage-News. As acusações de Jorge Ferreira da Rocha foram feitas em uma carta aberta (leia aqui ou aqui) dirigida a Vincenzo Truppa depois que ele soube do que ele descreveu como “fatos chocantes” em torno de sua compra de Eremo del Castegno.

Ainda segundo a matéria, da Rocha teria descoberto uma carta de dezembro de 2015 de Truppa à Federação Equestre Italiana (FISE), divulgando suas intenções de vender Eremo del Castegno e revelando que a motivação era que Eremo já não era adequado para fins competitivos. Contudo, da Rocha afirma que na mesma época Truppa o dirigiu e-mail afirmando que o cavalo nunca foi coxo, manco, e que a palavra dele, como um juiz da FEI de cinco estrelas, valia a pena.

Em resposta a Rocha, Truppa divulgou, nesta terça-feira (20/06), uma carta aberta refutando as acusações. Leia o conteúdo aqui ou aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.