Três conjuntos batem recorde no Campeonato Gaúcho de Adestramento

O Campeonato Gaúcho de Adestramento (CGA) assegurou a três conjuntos baterem recorde em suas séries e categorias. As provas ocorreram dias 27 e 28 de outubro e revelaram os campeões e vice-campeões estaduais. Adestramento Brasil está compilando os dados de provas oficiais realizadas até agora em 2018 para levantar quais são os recordes de porcentual dos concorrentes.

Anuncie_adestramento

No dia 27/11, as reprises foram julgadas por Andre Ganc e Rosangele Riskalla e, no domingo, por eles e mais Ricardo Leão, que julgou em São Paulo o último concurso de adestramento nacional. Veja os resultados do CGA aqui.

Ao analisar as notas atribuídas, pode-se observar que os conjuntos de elementar e preliminar, tanto amador quanto profissional, alcançaram porcentuais perto dos 70%, acima das notas que vêm sendo obtidas pelos conjuntos em provas do Campeonato Paulista e CANs.

>>> Confira a tabela completa das notas recordes de 2018.  

Na elementar amador, Barbara Lima, montando Corlando, fez 70,544% no segundo dia (28/10) do Campeonato Gaúcho de Adestramento 2018, desbancando Aneliese Franco Ferraz Gonçalves e Janko Van Het Nevelveld que, com 69,130% na 2ª etapa do Campeonato Paulista, detinham, até então, o recorde do ano.

Em elementar profissional, Marina Belloli Gerson bateu seu próprio recorde com Sufflair da Essencia, alcançando 72,500% no segundo dia (28/10) do Campeonato Gaúcho de Adestramento.

Na preliminar, Carina Anicet Ruthschilling pontuou 70,781% com HGG Donkey, tirando a liderança de Paula Braga com Waulla — o conjunto fez 68,281% no primeiro dia do concurso nacional de adestramento (CAN) de Tatuí, em abril.

Também em outubro, o Campeonato Estadual de Adestramento Feerj, que valeu como 3ª etapa do Ranking Feerj, foi realizado dia 28/10. Nenhum dos conjuntos bateu recorde. O Campeonato Fluminense foi julgado por Claudia SantÀnna e Marcio Costa. Confira os resultados aqui.

RECORDES_2018-11-04
Amplie a imagem

Recordes de 2018

Para efeito do recorde do ano, estão sendo consideradas apenas provas oficiais de federações, como o Campeonato Paulista e o Ranking Gaúcho, e da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), como concursos nacionais de adestramento (CAN) e o Campeonato Brasileiro (CBA). Apenas foram incluídos os resultados publicados em documentos oficiais. No entanto, cabe ressaltar que poucas federações e clubes divulgam os resultados nos sites e/ou enviam para a imprensa.

Para chegar ao resultado — parcial, uma vez que os recordes de 2018 serão divulgados após o término da última prova do ano —, foram computados os melhores porcentuais de cada série e categoria em cada uma das provas válidas. Foram consideradas as provas de elementar a especial, amador e profissional. As demais séries, por, normalmente, contabilizarem poucos inscritos, não foram incluídas. O documento completo pode ser acessado aqui.

O objetivo de Adestramento Brasil é criar um banco de dados com os recordes em cada série e categoria para nortear os concorrentes e acompanhar o desenvolvimento do esporte.

Desde seu lançamento, Adestramento Brasil tem solicitado a federações e clubes que enviem calendário atualizado das competições, bem como programas, ordens de entrada e resultados. A meta, com isso, é manter constantemente atualizada a página com a agenda completa de todas as provas de adestramento do ano. Para inclusão de competições, favor enviar os dados para contato@adestramentobrasil.com.

Este trabalho de computar e comparar as notas vem sendo executado desde o ano passado. Na temporada paulista de 2017, foram elaborados gráficos com os resultados finais dos concorrentes do Ranking da SHP e da Copa CHSA. Com isso, foi possível observar a evolução ou o declínio dos conjuntos durante o ano. Veja aqui os gráficos contando as oito etapas do Ranking de Adestramento da Paulista e aqui das sete etapas da Copa CHSA de Adestramento

Outro exemplo de uso de gráficos é esta matéria que mostra como Charlotte Dujardin e Valegro aumentaram os índices olímpicos. Se, em Atenas 2004, a holandesa Anky van Grunsven com Salinero levou o primeiro lugar com 79,278%, nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Dujardin chegou a 93,857% com Valegro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.