João Paulo dos Santos foca treino na PSJ e inter 1 e mira 1º lugar na Argentina

Medalha de bronze por equipe e 9º individual nos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 e medalha de ouro por equipe nos Jogos Sul-Americanos (Odesur) de 2014, João Paulo dos Santos representará, uma vez mais, a equipe brasileira de adestramento. Desta vez, embarca com Victor Trielli Ávila, Yara do Amaral Fernandes e Mauro Pereira da Silva para o CDI 1* de Buenos Aires, que é seletiva para o Pan de Lima 2019.

O CDI* será no Club Hípico Argentino de 21 a 24 de novembro. A prova é crucial para o Brasil, pois, se não ficar entre os três primeiros colocados, o País não poderá competir por equipes nos Jogos Pan-Americanos do ano que vem. Em entrevista ao Adestramento Brasil, o cavaleiro contou um pouco sobre sua trajetória e como se deu o treino com Carthago Comando SN, propriedade de José Brito Eusebio e Nuno Eusebio, nascido em agosto de 2006 e filho de Tulum Comando SN (Famoso III) e Violeta Comando SN.

Adestramento Brasil: Como você começou a montar?
João Paulo dos Santos: Eu trabalhava na fazenda vizinha à Fazenda Sasa, era campeiro, vaqueiro, ou seja, cuidava de vacas. Tive a oportunidade de trabalhar no Sasa devido ao meu irmão Paulo César dos Santos e Marcos Aparecido dos Santos, que já trabalhavam na Fazenda Sasa há algum tempo e também ao convite do Sr. José Euzébio.

Quantos anos você tinha?
Eu tinha 22 anos quando comecei a trabalhar com lusitano e aprender os primeiros passos. Foi no ano de 2005.

Como foi o início do aprendizado?
Comecei na base, aprendendo do começo. Minhas primeiras provas foram de equitação de trabalho, modalidade que fiquei por alguns anos. Depois, ingressei no adestramento. Isto foi em 2010 e já na prova de São Jorge para as seletivas para o Pan de 2011. Fui campeão brasileiro categoria sénior 2013.

>>> Confira todas as matérias sobre Lima 2019

Como é seu trabalho na Fazenda Sasa?
Meus trabalhos mais recentes no haras são preparando cavalos jovens para competir e para o mercado de dressage; e pensando sempre nas competições internacionais.

Conte um pouco do Carthago.
Eu o monto desde os quatro anos de idade, quando ele foi comprado pelo Sr. José Euzébio do haras CSN. Dali para frente fiz provas de cavalos novos 4 anos, 5 anos e 6 anos. Em 2014, ele e mais alguns cavalos foram para Europa para serem treinados pelo nosso treinador Juan Manoel Munhoz Diaz na Espanha, ficando lá por dois anos. Depois deste tempo, ele voltou no fim do ano de 2016. Comecei a montá-lo no começo de 2017, depois que voltei de uma cirurgia no joelho, e venho treinando sempre focando a prova São Jorge. Estreei no CAN em Tatuí fomos muito bem e depois no CDI em julho, também muito bem.

De agora até a prova como será o trabalho?
O trabalho até o embarque será sempre focando na São Jorge e na prova intermediária 1 para tentarmos medalha com objetivo de alcançar o primeiro lugar por equipe no CDI na Argentina.

WhatsApp

Você tem experiência de provas internacionais. Quais foram os resultados?
Integrei a equipe medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos (Odesur) no Chile em 2014. Fomos medalha de ouro por equipe e eu bronze no individual na intermediária 1 e prata no freestyle. Em 2015, fiz parte da equipe medalha de bronze no Pan de Toronto. Fui nono colocado no individual geral. Essas conquistas representam muito na minha vida e para a minha carreira. Todas essas conquistas até o Pan e também até hoje devo primeiramente a Deus e segundo a um grande amigo e meu parceiro de muitas batalhas chamado Veleiro do Top, que é mais que um cavalo, é um eterno amigo e guerreiro.

O que é, para você, representar novamente o Brasil?
Estar na equipe novamente é muito gratificante; é a recompensa de muito trabalho e dedicação.

***

No CDI de julho deste ano, Santos contou em entrevista em vídeo sua trajetória com Carthago e revelou intensão de integrar a equipe que disputará o CDI de novembro, na Argentina. “O CAN em Tatuí foi uma prova teste. Sabemos do potencial do cavalo. Decidimos colocar no CDI visando ao CDI na Argentina e os Jogos Pan-Americanos”, disse. Confira a íntegra da entrevista:

Anúncios

Uma resposta para “João Paulo dos Santos foca treino na PSJ e inter 1 e mira 1º lugar na Argentina”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.