Charlotte Dujardin e Valegro aumentam índices olímpicos. Confira evolução das notas

A britânica Charlotte Dujardin e Valegro não apenas fizeram história no adestramento ao quebrarem recordes, como também elevaram as notas Jogos Olímpicos. Se, em Atenas 2004, a holandesa Anky van Grunsven com Salinero levou o primeiro lugar com 79,278%, no ano passado, Dujardin chegou a 93,857% com Valegro, cavalo castrado nascido em 2002.

O site Adestramento Brasil analisou os resultados das últimas sete olimpíadas, podendo comparar apenas as últimas quatro, devido à mudança na contagem geral de pontos. A elevação dos pontos é observada a partir da Olimpíada de Londres (2012) e em todas as medalhas: ouro, prata e bronze.

evolução notas individuais olimpíada

Maior medalhista no adestramento, Anky van Grunsven conquistou ouro em Pequim 2008, com 78,680%; em Atenas 2004 com 79,278% e em Sidney 2000 (a nota foi de 239,18, em uma contagem diferente das outras). Já nas últimas duas olimpíadas o ouro ficou com Dujardin, que elevou o índice para 90,089% em 2012 e para 93,857% em 2016.

O aumento das notas também é observado na categoria por equipes. Medalha de ouro em diversos Jogos, a Alemanha caiu de 74,653%, em 2004, para 72,917 em Pequim 2008, mas subiu o índice para 81,936%, quando se sagrou campeã no Rio 2016. Em Londres, o Reino Unido, equipe campeã, fez 79,979%.

evolução notas equipe olimpíada

Anky van Grunsven é, de acordo com o COI, a atleta com melhor classificação no individual, tendo obtido três medalhas de ouro no individual (Pequim 2008, Atenas 2004 e Sidney 2000) e uma de prata (Atlanta 1996). Por equipe, a amazona conquistou quatro medalhas de prata (Pequim, Sidney, Atlanta e Barcelona 1992).

Na lista do COI aparecem ainda a alemã Nicole Uphoff, que garantiu medalhas de outro tanto no individual como por equipe em Barcelona e em Seul 1988, e o sueco Henri Saint Cyr com medalhas de ouro no individual e por equipes em Melbourne / Stockholm 1956 e Helsinki 1952.

Grande destaque atual do adestramento, a alemã Isabell Werth conta com uma medalha ouro individual em Atlanta e quatro de prata (Barcelona, Sidney, Pequim e Rio de Janeiro) e nada menos que cinco medalhas de ouro por equipe nos Jogos de Barcelona, Atlanta, Sidney, Pequim e Rio).

Já a britânica Charlotte Dujardin coleciona dois ouros no individual (Londres e Rio) e, por equipe, um ouro (Londres) e uma prata (Rio). Em 2014, Dujardin com Valegro bateu recorde mundial ao atingir 94,300% no Grande Prêmio Freestyle na Copa do Mundo realizada em Londres Olympia Horse Show.

Ouro Prata Bronze
Barcelona
1992
Nicole Uphoff / Rembrandt Isabell Werth / Gigolo Klaus Balkenhol / Goldstern
Atlanta
1996
Isabell Werth / Gigolo Anky van Grunsven / Bonfire Sven Rothenberger / Weyden
Sidney
2000
Anky van Grunsven / Bonfire Isabell Werth / Gigolo Ulla Salzgeber / Rusty
Atenas
2004
Anky van Grunsven / Salinero Ulla Salzgeber / Rusty Beatriz Ferrer-Salat / Beauvalais
Pequim
2008
Anky van Grunsven / Salinero Isabell Werth / Satchmo Heike Kemmer / Bonaparte
Londres
2012
Charlotte Dujardin / Valegro Adelinde Cornelissen / Parzival Laura Bechtolsheimer / Mistral Højris
Rio
2016
Charlotte Dujardin / Valegro Isabell Werth / Weihegold Old Kristina Broring-Sprehe / Desperados Frh
Anúncios

3 respostas para ‘Charlotte Dujardin e Valegro aumentam índices olímpicos. Confira evolução das notas’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.