É possível evoluir no adestramento com sela de salto?

AB_Pergunte_expert-peqQual é a interferência do tipo de sela? Será que se pode praticar adestramento usando uma sela de salto? Atrapalha? A questão foi enviada à seção Pergunte ao Expert e respondida pela amazona profissional Priscila Thomazelli.

Thomazelli é amazona há 25 anos e está à frente da Academia e Escola de Equitação Troá há cinco anos. Confira os comentários dela:

“O adestramento clássico é a base de todos os esportes. Acredito que muitos já tenham ouvido várias e várias vezes essa frase. Mas o fato é que, se o cavalo não for devidamente adestrado para competir, seja qual modalidade se queira, não haverá o esporte.

Para responder à pergunta: é, sim, possível evoluir no adestramento sem ter uma sela de adestramento. Eu mesma e muitas pessoas que conheço tivemos nosso primeiro contato com o adestramento clássico para melhorar nosso desempenho no salto, já que é muito importante que cavalos e cavaleiros façam um bom trabalho de plano para terem sua performance aperfeiçoada.

A postura do cavaleiro de adestramento é uma postura mais em pé, com suas pernas mais alongadas (quase na posição em pé), o que faz com que as abas das selas desta modalidade sejam maiores. Já no salto, o cavaleiro precisa sair da sela para acompanhar a trajetória do salto do cavalo. Com isso a sua perna fica mais flexionada para poder levantar e ir para frente no momento certo. Além da aba, a sela de salto também facilita e proporciona uma elevação rápida para frente do cavaleiro. Normalmente, quando saltamos, devemos, conforme escrito por vários autores de diversos países e em épocas distintas, subir dois furos no loro (tamanho do estribo) do que usamos para trabalhar no solo ou praticar adestramento.

Há diversos estudos que mostram que cavalos do salto que tem uma base sólida em adestramento acabam aumentando o salto deles em até 20 cm de altura. Além disso, a trajetória do cavalo entre um obstáculo e outro pode ser muito melhor quando o cavalo está devidamente equilibrado a “à mão” do cavaleiro, ajudando a fazer as curvas mais fechadas e perfeitas, a aumentar e a diminuir o tamanho do galão (passada ao galope), além de facilitar a aumentar, diminuir a velocidade e parar o cavalo. Quando trabalhamos bem as espáduas e a reunião de um cavalo, visando ao salto, aumentamos sua força, sua elasticidade e sua coordenação motora o que resultará também em uma performance sensacional.

Muitos instrutores de equitação e adestramento clássico ao ensinarem seus alunos, chegam a retirar as selas dos cavalos para que os alunos desenvolvam melhor o equilíbrio, a coordenação motora e, principalmente, o sentimento de um bom movimento, de uma boa figura feita.

Já em competições, o regulamento que seguimos — “Regulamento de Adestramento CBH 2019” — diz que é permitido o uso de selas mistas e selas de salto nas séries de base: elementar amador, iniciante, minimirim e pônei.
Contudo, mais importante de ter uma sela de salto ou de adestramento é ter uma sela boa para o cavalo e para o cavaleiro. Isso significa ter uma sela que tenha o ângulo do cepilho compatível com a angulação da cernelha do cavalo, bons suadouros (também conhecidos como basteiras), de forma que o uso de protetores de rins não seja necessário, além de ter um bom tamanho no assento (de acordo com o tamanho do cavaleiro/amazona).

Uma sela acompanha um conjunto por quase toda a vida. Então, ao adquirir uma sela, experimente-a antes. O tipo de sela a ser adquirida deve ser daquele esporte equestre que mais te agrada. Mas uma sela nunca proíbe que você desenvolva a boa equitação para melhorar sua performance em seu esporte.

O adestramento clássico pode ser praticado com qualquer sela e, até mesmo, sem sela. O importante no adestramento não é ter uma postura bonita ou um equipamento de certa forma. O importante é ter uma equitação que faça com seu cavalo se torne um atleta feliz, através de uma educação harmoniosa com uma vida saudável. Em outras palavras, é fazer com que seu cavalo entenda o que você quer, na hora que você quer, sempre fazendo menos para obter mais. É muito mais sobre a eficiência de suas ajudas do que sobre sua aparência. Lógico que, ao se competir, deve-se atender a todos os quesitos do regulamento em vigor de seu esporte.

A última dica é: antes de comprar uma sela de adestramento, comece tendo aulas e praticando com o material que você já tem. Só depois que você saiu da série elementar e irá participar de competições é que você pode começar a procurar sua sela ideal de adestramento.”

A seção Pergunte ao expert tem como objetivo responder a dúvidas enviadas pelos leitores. A cada questão selecionamos um atleta profissional para respondê-la. Tem alguma pergunta? Envie para contato@adestramentobrasil.com

 


Apoie_AB_PayPalAssim como outros sites jornalísticos, Adestramento Brasil não fechou o conteúdo para assinantes, mas coloca à disposição dos leitores a possibilidade de apoiar a produção editorial. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.