Desafio Brasil expande categorias e faz ranking por série

A edição 2020 do Desafio Brasil traz novidades: todas as categorias fazem parte da disputa — até o ano passado, algumas não eram contabilizadas — e haverá, à parte do ranking da equipe estadual, um ranking individual por categoria e série. O Desafio Brasil é um torneio promovido pela Confederação Brasileira de Hipismo e no qual competem conjuntos de diversos Estados, com as provas sendo julgadas pelo mesmo juiz nacional oficial.


Apoie_AB

Se você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


Neste ano, as provas ocorrem em outubro e novembro, com a participação de seis entidades federativas: São Paulo, Brasília, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, este último ainda a confirmar se, por causa da pandemia, poderá ou não haver competição. A premiação ocorrerá durante o Campeonato Brasileiro de Adestramento e a Taça Brasil, que serão realizados entre 26 e 29 de novembro.

Cada etapa poderá, segundo o regulamento, contar com um máximo de 40 conjuntos. São dois dias de evento. No primeiro, ocorre a prova sendo que, após a apresentação da reprise, cada conjunto tem dois minutos para receber comentário do juiz logo após o encerramento do teste. No segundo dia, a organização pode escolher entre a exibição de vídeo com comentário do juiz nacional oficial e a realização de uma clínica para os oito conjuntos que obtiveram os melhores porcentuais ou os vencedores.

As provas podem ser avaliadas por mais de um juiz, contudo, a nota que vale para pontuar no ranking é a proferida pelo juiz nacional oficial designado pela CBH e que viajará a todos os Estados. As reprises solicitadas são as de número um, exceto para algumas séries que têm reprises próprias, como cavalos novos, pônei, forte 2 e intermediária. “Neste ano, devido à Covid-19, alguns Estados não treinaram tanto, por isso, consultamos com os diretores estaduais e decidimos colocar as reprises de nº 1”, explicou a diretora de adestramento da CBH, Sandra Smith.

“A novidade fica com relação às categorias e à premiação. Todas as categorias serão válidas. O evento não será apenas uma prova por equipe. A CBH elaborará um ranking individual por categoria e série e um ranking por equipe”, acrescentou Smith. Para a competição estadual, contarão os três melhores porcentuais obtidos na etapa. Já para o ranking individual, a contagem de pontos será pela tabela de ranking da CBH, que leva em consideração a colocação do conjunto e o número de inscritos.

Devido à Covid-19, todos eventos deverão cumprir as regras de distanciamento físico e outras medidas de segurança para evitar aglomerações e o contágio. É importante que os concorrentes se atentem às regras e cumpram os protocolos.

Confira algumas regras para participar do Desafio Brasil:

>>> Acompanhe a agenda completa de provas, com programas, ordens de entrada e resultados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.