Para Claudia Sant’Anna, interesse e qualidade dos conjuntos são destaque na largada do Ranking da Feerj

O Ranking de Adestramento da Federação Eqüestre do Estado do Rio de Janeiro (Feerj) começou com inscritos acima do esperado e forte participação das categorias de base. A prova ocorreu no último dia 30 de maio na Sociedade Hípica Brasileira. “O interesse e a qualidade dos conjuntos nos trouxe esperança para este ano, com novos conjuntos se apresentando e antigos conjuntos retornando às pistas de competição”, ressaltou Claudia Sant’Anna, diretora de adestramento da Feerj.


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir anunciando ou fazendo Pix (contato@adestramentobrasil.com)


O total de inscritos (45 conjuntos) superou a expectativa. “Devido à pandemia e aos rígidos protocolos, com diversas exigências para liberação dos eventos, inclusive o exame de covid para os conjuntos de fora, não tínhamos certeza como seria a adesão. Com 45 conjuntos inscritos, tivemos uma boa surpresa”, disse Sant’Anna.

As séries elementar e preliminar foram as que tiveram maior número de concorrentes. “Na preliminar já era esperado um número maior de conjuntos, pois tivemos a participação dos alunos da Escola de Equitação do Exército. A adesão das categorias de base — minimirim e mirim, assim como iniciantes e ponêis, de diferentes entidades, nos deu uma imensa satisfação”, destacou a diretora.

Questionada com relação ao nível das apresentações, Sant’Anna, que também é juíza e julgou a prova, apontou que ainda é prematura uma avaliação profunda neste início. “No geral, todos se apresentaram bem, mas posso ressaltar alguns aspectos que se sobressaíram. Houve uma melhora significativa na seleção dos cavalos nos conjuntos militares, assim como a evolução da qualidade das apresentações na maior parte das séries”, destacou.

30 de maio
1ª etapa do Ranking de Adestramento Feerj — Sociedade Hípica Brasileira

Ordem de entrada | Resultados

Na avaliação dela, houve também evolução dos conjuntos cariocas terem competido no Campeonato Brasileiro de 2020 em São Paulo.

Com relação a dicas de aperfeiçoamento que ela poderia compartilhar com base no que viu nas reprises da prova, a diretora da Feerj lembrou que a federação tem como objetivo investir em cursos, com matérias variadas para desenvolvimento do conjunto cavalo-cavaleiro como um todo.

“Essa primeira prova serve de termômetro para acertar os detalhes, estabelecer metas, corrigir o rumo, e os participantes podem aproveitar os comentários dos juízes para estabelecer a linha de trabalho para as próximas provas. Adestramento é dedicação, comprometimento com seu animal, paciência e perseverança. Importante ter a orientação de um bom profissional”, finalizou.

Fotos: divulgaçãoclique para ampliar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.