Qual é a diferença entre fazer a prova no trote elevado ou sentado?

Palavra_de_juizAté a categoria preliminar, os atletas podem escolher entre o trote sentado ou elevado.  Um cavaleiro amador, que está na série elementar, questionou se existe diferença entre executar a reprise no trote sentado ou elevado e também quis saber por que somente a partir da média 1 pede-se o trote sentado. A juíza Rosalind Flosi de Vasconcellos Macedo, mais conhecida por Lindinha Macedo, respondeu à pergunta enviada.

De acordo com o regulamento da Confederação Brasileira de Hipismo, as reprises das séries pônei escola, minimirim, iniciante, elementar, preliminar e cavalos novos 4
anos podem ser executadas ao trote elevado ou sentado, caso não esteja especificado o contrário na reprise, por exemplo, em algumas figuras.

Lindinha Macedo: O trote é uma andadura a dois tempos, sobre bípedes diagonais alternados. Se espera que o trote seja franco, ritmado, ativo, regular e descontraído. Nas provas iniciantes, o trote elevado é permitido para facilitar ao atleta alcançar esses requisitos que o juiz espera ver no trote. Então, se, de acordo com o que o professor falar ou de acordo com o cavalo, ficar mais fácil para o atleta trotar elevado, para que as passadas sejam bem caracterizadas como trote, sem problema algum. Se o cavaleiro já tiver uma suficiente independência das ajudas, ele pode trotar sentado.

De maneira nenhuma, o fato de trotar elevado ou sentado interfere na nota. O juiz espera ver o trote com as características citadas. O que importa para a nota é a execução do movimento. Por exemplo, se tem um círculo de 20 metros que o cavalo executa muito bem no trote elevado, ele vai ter a nota de acordo com o que foi apresentado. A mesma coisa se ele fizer a figura no trote sentado. Não tem diferença de nota e muito menos preferência, uma vez que é permitido o trote elevado nas categorias de base.

Conforme o nível das provas vai subindo, o grau de dificuldade aumenta. A partir da média 1 o trote sentado é obrigatório, porque começam as transições. Todas as  transições necessitam do uso do assento para que você possa ter o cavalo com os posteriores bem ativos para que eles entrem nas transições. A suavidade das transições é obtida sempre através de um assento elástico e ativo. O assento precisa estar bem conectado e isto é difícil. Tem uma máxima que diz que “colocar o cavalo entre a mão e a perna é uma das coisas mais difíceis que há” e, evidentemente, que o assento entra nisto.

O cavaleiro também vai ter de ter uma independência das ajudas, porque, se ele puxar as rédeas, o trote vai ficar picado e vai prejudicar o trote. Além disto, o trote sentado passa a ser obrigatório depois da média 1 para que o cavaleiro possa ir treinando, principalmente, os posteriores do cavalo, já que ele vai precisar muito deles nas transições e, da média 1 para frente, todas as provas têm transições. No grande prêmio, as transições são o máximo da exigência e uma mais difíceis é passagepiaffe, que acaba sendo uma nota fundamental.

O uso do assento não é fácil, mas, com treinamento adequado, consegue-se ter a independência das ajudas, do assento, das pernas e das mãos para que o cavalo esteja em harmonia. Reforço que sempre deve ser observada a primeira fase da escala de treinamento, preconizada pela FEI, que é descontração, ritmo e contato, porque depois vamos chegar a retidão, impulsão e reunião. Esta primeira fase é importantíssima, porque dela vai depender o futuro do cavalo. 

Na seção  Palavra de juiz, perguntas enviadas por leitores sobre julgamento e regulamento de provas são direcionadas a juízes de adestramento para que sejam respondidas. Tem alguma dúvida? Envie sua pergunta.

Foto: divulgação | arquivo pessoal 

calhau_interno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.