Como seguir em linha reta, após o alto, sem fazer ‘barriga’ antes de virar em C?

AB_Pergunte_expert-peqDepois do alto, saudação e partida ao trote em linha reta em direção a C, um erro comum é fazer uma “barriga” antes de virar para o lado indicado na reprise. Essa “minhoca” tira muita nota dos conjuntos, uma vez que o correto é seguir em linha reta e não abrir para o lado oposto antes de virar. A amazona profissional Marina Belloli dá dicas para executar uma linha reta e não fazer a tão temida barriga na linha do meio. 
Belloli é amazona de adestramento há 12 anos, FEI Coach e juíza regional. Bicampeã brasileira, pentacampeã gaúcha e amazona profissional no centro equestre camboatã, em Porto Alegre. Confira as dicas:

“É importante que, tanto durante o alto, quanto logo após dele, ambas as pernas fiquem paralelas, “escorando” o cavalo pelas laterais. Muitas vezes, a barriga gerada na linha do meio acontece por alívio de uma das pernas, fazendo com que o cavalo vá para um dos lados.

O mais comum, porém, é o cavaleiro abrir uma barriguinha para o lado oposto da mão que vai virar em C. Isso acontece, porque o cavaleiro busca criar espaço para fazer um semi-circulo um pouco maior do que os 10 metros exigidos, se tornando mais fácil a realização.

Para isso, além de manter as pernas paralelas e usar a linha do meio como se fosse uma parede até o momento de virar, é importante praticar fora da linha do meio o semi-circulo de 10 m, que é o mais importante desta curva para sair da linha do meio. Recomendo fazer dois semi-círculos de 10 m, com mudança de mão por dentro do círculo, e ir afastando eles aos poucos, “criando” a linha do meio entre eles progressivamente. Assim, a curva se tornará mais familiar e mais tranquila.

A seção Pergunte ao expert tem como objetivo responder a dúvidas enviadas pelos leitores. Tem alguma pergunta? Envie para contato@adestramentobrasil.com

 

Anúncios

2 respostas para ‘Como seguir em linha reta, após o alto, sem fazer ‘barriga’ antes de virar em C?’

  1. Visualizado a foto do cavalo acima, vejo que ele está encapotado, indique um exercício para melhorar esse problema. Ainda sobre a foto percebi que a cola do cavalo está quase reta, é um sinal de dor?

    Curtir

    1. O cavalo da foto tende a colocar o peso sobre o antemão e “debruçar com frequência, pois além de ter 1.85cm, foi mal iniciado e tem dificuldades.
      Apesar dele não estar exatamente encapotado na foto, te indico a utilizar transições galope-trote, trote reunido-trote médio, trote-alto-recuar-trote médio, etc. Essas transições ajudam a frente a levantar, sempre visando a impulsão e o engajamento dos posteriores, tentando evitar ao máximo a utilização de mão forte.
      No caso desse cavalo, costumo utilizar bridao simples pra trabalhar em casa e focar na impulsão.
      Este cavalo tem acompanhamento de uma quiroprata e não tem dor nas costas, portanto nesse caso a cola não é um sinal de dor. Pode ser sim, mas nesse caso melhor falar com um veterinário (:

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.