Mudança de pé é calma e, ao mesmo tempo, enérgica

Os cavalos que têm um bom galope, com ação e mobilidade, demonstram, quando jovens, a facilidade para a mudança de pé. Naturalmente, ressalta Ingrid Troyko, eles aprenderão com mais rapidez a mudança de pé no ar, ao contrario de cavalos que tenham pouca qualidade nesta andadura e poderão ter problemas e vícios ao executar o movimento.


Apoie_AB_PayPalApoie o jornalismo profissional
Desde o lançamento, Adestramento Brasil leva informação confiável e relevante, ajudando aos leitores a compreender a modalidade. Não fechamos o conteúdo para assinantes. Por isto, contamos com a colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.


No capítulo 16 do livro “Manual de Equitação Fundamental”, Ingrid Borghoff Troyko detalha como deve ser a execução correta da mudança (que deve ser no galope reunido e tem estreita ligação com o tempo de suspensão) e fala sobre as ajudas que o cavaleiro tem de dar para executar a mudança. “A mudança é calma, mas, ao mesmo tempo, enérgica; ganhando amplitude e mantendo a retidão do cavalo”, escreve a amazona e treinadora.

Um momento antes de pedir a mudança de pé, o cavaleiro deve executar uma meia-parada para chamar a atenção e dar uma ligeira indicação, uma leve encurvatura com a rédea interna para o lado em que vai mudar o galope, mantendo a retidão. “Esta leve encurvatura não deve ser confundida com rédeas tensas ou curtas”, ensina.

Para saber mais, leia o texto original. Adestramento Brasil está publicando o livro completo de Ingrid Troyko.

>>> Confira a página especial com os capítulos do livro “Manual de Equitação Fundamental” de Ingrid Borghoff Troyko

Em 1975, Ingrid Troyko conquistou medalha de bronze por equipes nos Jogos Pan-Americanos do México; em 1972, foi vice- campeã do Torneio Internacional de Aachen na prova do grande prêmio; e, em 1979, obteve o terceiro lugar por equipes nos Jogos Internacionais de Puerto Rico. A amazona e instrutora de equitação foi também cinco vezes campeã brasileira e obteve várias colocações em competições internacionais na Alemanha, além de ter atuado como juíza internacional de adestramento da Federação Equestre Internacional.

O conteúdo do livro é indicado para cavaleiros e instrutores e atende a todos que queiram aperfeiçoar as técnicas de montaria, com temas de interesse para qualquer modalidade hípica, ensinamentos sobre como trabalhar o cavalo e o cavaleiro corretamente na base e informações técnicas sobre o adestramento básico até o nível médio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.