Eduardo Alves de Lima faz 70,765% e vence inter 1 com Florisbela VO

A invencibilidade de Paulo Cesar dos Santos e Fidel da Sasa JE nas seletivas para o Time Brasil nos Jogos Sul-Americanos de Assunção acabou neste sábado (27/08), quando Eduardo Alves de Lima, antepenúltimo a entrar em pista no Centro Hípico de Tatuí, cravou 70,765% com Florisbela VO na reprise intermediária 1 e sagrou-se campeão. “Ela me deixou mais à vontade e eu a deixei mais à vontade — a gente estava em um clima bem legal de fazer a prova”, disse o cavaleiro da Coudelaria Ilha Verde.

Questionado sobre o que foi feito de trabalho para subir as notas no CDI 3* de Tatuí em comparação ao realizado na Sociedade Hípica Paulista em julho — 69,529% na PSJ e 70,765% na inter 1 e 67,618% na PSJ e 67,147% na inter 1, respectivamente —, Duda Lima afirmou que foram trabalhados vários detalhes para melhorar. “Quando chega à fase de small tour, tudo é detalhe; então, vemos vídeos e procuramos onde podemos melhorar. Ela tem muita coisa a melhorar; e, pelo fato de ser muito nova ainda, faltam força e maturidade para ela dentro da prova”, avaliou.

Cada prova é um aprendizado para o conjunto. “Recebi dicas do João [Victor Oliva] e a Pia [Aragão] vem nos ajudando. O Norbert  [Van Laak] também deu dica para a Pia para nos ajudar, e isso nos ajudou bastante, que ela precisa estar mais redonda, mais descontraída, com mais harmonia. Tudo isso aconteceu aqui [em Tatuí]”, completou o cavaleiro.

Paulo Cesar e Fidel haviam fechado o primeiro bloco de conjuntos da inter 1, antes do intervalo, na liderança. Com 69,853%, o conjunto da Fazenda Sasa havia tomado o primeiro lugar, que, até então, estava com Murilo Augusto Machado e Jorge VO com 68,853%, um índice que subiu a média deles e os colocou entre os cinco conjuntos da equipe brasileira no Odesur de Assunção.

Com o fim das provas de small tour, no CDI 3* no Centro Hípico de Tatuí, os cinco conjuntos com as médias mais altas — critério objetivo para selecionar a equipe brasileira (saiba mais abaixo) — ficaram definidos. Leia matéria aqui.

25 a 28 de agosto — Tatuí (SP) 

Detalhes da prova
A intermediária 1 começou com a apresentação de Raquel Mendonça Maurell de Mattos, que, aos 20 anos, foi mais jovem competidora no CDI 3. Com Dayfony SMH, ela melhorou o porcentual em relação à São Jorge de sexta, finalizando com 65,029% na inter 1 e ficando com 65,000% na média final deste internacional.

A segunda a competir foi Joana Marie Sliwik, 26 anos, cuja nota de 67,324% não apenas foi uma melhora em relação à PSJ, como levou a alemã com Intef Interagro a ocupar a quinta colocação no pódio da inter 1.

Murilo Machado, 26 anos, entrou em pista com Jorge VO com objetivo de subir a nota da PSJ (67,853%). Missão dada, missão cumprida. O conjunto fez 68,853% na inter 1, tomando a liderança e obtendo uma média final do CDI 3* de 68,353%, um índice que o colocou entre os cinco conjuntos com notas mais altas dentro das regras para ingressar no Time Brasil para o Sul-Americano.

Edneu Senhorini, 43 anos, entrou na sequência com Hungaro do Vouga, e não manteve o porcentual da PSJ (67,382%), fechando a inter 1 com 65,824% (média no CDI 3* de 66,603%). Logo depois, competiu Frederico Correa Mandrot, 27 anos, com Galileu LS. O cavaleiro da Fazenda Sasa melhorou os 65,265% da PSJ, pontuando 66,794% na inter 1 e ficando com média final no CDI 3* de 66,029%.

O campeão de todas as provas da seletivas, Paulo Cesar dos Santos, 39 anos, com Fidel da Sasa JE, fechou o primeiro bloco de competidores na liderança cravando 69,853%. Assim, a média do conjunto da Fazenda Sasa no CDI 3* de Tatuí ficou 69,882%, inferior à obtida no internacional realizado na Sociedade Hípica Paulista (70,250%).

O sábado, porém, não foi o melhor dia para João Paulo dos Santos. Depois de fechar a São Jorge com expressivos 69,000%, o cavaleiro, de 39 anos, teve de desistir da competição após constatação de que Hungaro da Sasa JE estava irregular. Próximo a competir, Billy Souza, 34 anos, e Fantomen do Pagliarin fecharam com 65,882% na inter 1, obtendo média de 66,367%.

Havia bastante expectativas para os próximos concorrentes. Eduardo Alves Lima, de 43 anos, foi o antepenúltimo a competir e tirou a liderança que era de Paulo Cesar dos Santos e Fidel da Sasa JE. Na sequência, Vinicius Miranda, de 26 anos, precisava manter notas altas para conseguir média para entrar na equipe. E ele o fez com Biso das Lezírias: ficou com 68,588% na inter 1, elevando a média para 68,426%.

Jeferson Rodrigo Pereira, 34 anos, fechou o small tour do CDI 3* com Ferragamo Crystal. O conjunto do Haras Crystal fez 65,206%, alcançando média de 66,147%.

A inter 1 foi julgada em E por Claudia Mesquita (FEI 4* pelo Brasil); em H por Carlos Lopes (FEI 4* por Portugal) ; em C por Freddy Leyman (FEI 4* pela Bélgica); em M por Max Piraino Lyonchi (FEI 3, pelo Chile); e em B por Natacha Waddell (FEI 4 pelo Brasil). A juíza FEI 4* pela França Anne Prain, que seria a presidente do júri de campo, não pode vir ao Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.