Tag: Coudelaria Rocas do Vouga

Haras leiloa lusitanos pela internet no próximo dia 22/5

O Haras Retiro da Baixa vai leiloar 25 animais da raça puro sangue lusitano no próximo dia 22 de maio. De acordo com os proprietários,  Sandra e Luiz Mauro de Paula e Souza, os produtos, pela sua conformação, desenvolvimento e pedigrees, são indicados para todos os criadores, novos ou tradicionais, e também para cavaleiros de quaisquer níveis.  Leia mais

Leilão de lusitanos agita Centro-Oeste brasileiro

O Haras Retiro da Baixa promete agitar o Centro-Oeste brasileiro com a realização de leilão de 25 animais da raça puro sangue lusitano no próximo dia 22 de maio. Entre os cavalos a serem leiloados, destaque para Legacy LM (Unicórnio do Retiro em égua Relâmpago do Retiro); Dama do Retiro (Vencedor do Retiro em égua Poderoso do Retiro), com potra ao pé e prenhe; e Naomi LM (Benfeitor da Boa Nova em égua Vencedor do Retiro) e prenha do Legacy LM.
Leia mais

Rocas do Vouga aposta em renomados garanhões para aprimorar criação

Os Tavares de Almeida são velhos conhecidos do adestramento. Juntos ou separados, os irmãos já disputaram os Jogos Olímpicos, Jogos Equestres Mundiais e Jogos Pan-americanos. A influência veio da mãe, Thereza, que também compete adestramento em provas nacionais e internacionais. Eles são a principal face da Coudelaria Rocas do Vouga. Pedro está no time do Brasil em WEG-Tryon, enquanto Luiza disputa uma vaga na equipe brasileira para Lima 2019 com Baluarte do Vouga, criação do haras, que, atualmente, investe no uso de renomados garanhões, como o Rubi AR, para aprimorar o plantel. Leia mais

Pedro Almeida: “O aprendizado ao longo do caminho é o mais valioso”

“Minha mãe amarrava a gente com lençol na sela e nos puxava de outro cavalo”, conta Pedro Tavares de Almeida, 24 anos, que, em setembro, representa pela segunda vez o Brasil nos Jogos Equestres Mundiais. A paixão pelos cavalos o acompanha desde sempre. A família de sua mãe, Thereza, criava cavalos e ela praticava hipismo na modalidade salto. Não tardou muito para que seu o pai, Manuel, que, até então, não tinha relação com o animal, começasse a criar lusitanos. De lá para cá, passaram-se 21 anos e todos os quatro filhos do casal envolveram-se no hipismo de forma bem-sucedida. Leia mais