Trote alongado não é aumentar velocidade: entenda como partir e manter o ritmo

AB_Pergunte_expert-peq Alongar o trote pode ser uma tarefa complicada, principalmente, para quem está nas categorias de base e para cavalos mais novos. “O trote alongado não significa aumentar a velocidade. Isto pode provocar incidentes como a perda de equilíbrio, resultando na entrada do galope”, ressaltou a amazona profissional Samira Uemura, ao explicar como partir para o trote alongado e conseguir e mantê-lo durante todo o percurso desejado.

Formada em fisioterapia, Uemura fez parte, por cinco anos, da equipe da Yvonne Lozos de Muniz (DOM). Internacionalmente, representou a República Dominicana nos Jogos da América Central e Caribe, em Porto Rico, no ano de 2010 e nos Jogos Pan-Americanos em Guadalajara, México, em 2011.

Por três anos, a amazona teve a oportunidade de treinar e viajar com Allison Brock, medalhista de bronze por equipe no Rio 2016, e a equipe dos EUA nos tours da Europa. Atualmente, Samira Uemura está radicada em Wellington, na Flórida (EUA), com oportunidade de treinar e competir durante a temporada de inverno.

“O trote alongado requer que o cavalo aumente sua forma (frame, em inglês). Com o aumento da suspensão entre cada passo, os cascos ficam sem contato com o chão em um maior período de tempo quando comparado ao trote de trabalho ou ao trote reunido.

Mas atenção: o trote alongado não significa aumentar a velocidade. Isto pode provocar incidentes como a perda de equilíbrio, resultando na entrada do galope, por exemplo. Não basta simplesmente pedir ao cavalo para entrar no trote alongado, porque assim ele não vai estender automaticamente. Mesmo que o trote alongado seja mais rápido, o ritmo de seus passos não aumentam.

Na transição para o trote alongado a partir do trote reunido, é necessário que o cavalo fique no seus posteriores e engajado. Aplica-se uma pressão com ambas as pernas perto da barrigueira e ao mesmo tempo abrindo os dedos das mãos ou suavizar o contato das rédeas, seja abrindo o ângulo dos cotovelos e cedendo a boca do cavalo, permitindo que o cavalo avance e vá para frente.

Em seguida, é importante manter um bom contato com a boca do cavalo para que dessa forma ele possa manter a impulsão, permitindo que ele alongue sua forma. Pode ocorrer que ele acelerará seu passo ou tentará sair correndo. Se isso acontecer, deve-se trazê-lo de volta para o trote reunido por meio das meia-paradas e tentar novamente. Quando um cavalo apresentar problemas em manter a reunião, execute várias transições para baixo para reforçar seu desejo de mantê-lo na forma.

Execute o trote alongado por períodos curtos e repetitivos, o importante não é a extensão de terreno que você poderá mantê-lo neste trote e, sim, a qualidade da execução do movimento. Este movimento requer um grande esforço do top line e dos posteriores do cavalo.”

A seção Pergunte ao expert tem como objetivo responder a dúvidas enviadas pelos leitores. Tem alguma pergunta? Envie para siteadestramentobrasil@gmail.com com seu nome, idade e onde pratica equitação.

Foto:  Lily Forado 

Anúncios

2 respostas para ‘Trote alongado não é aumentar velocidade: entenda como partir e manter o ritmo’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.