Campeão brasileiro na forte 2, Mauro Pereira avalia desempenho no CDI3*

Mauro Pereira da Silva Junior, com Don Enrico AMM, ganhou o campeonato brasileiro na categoria sênior — forte 2, após um 4º lugar (64,921% ) na prêmio São Jorge, 1º lugar (67,842%) na intermediária 1 e 3º lugar (66,760% ) na inter 1 estilo livre no concurso internacional de adestramento (CDI3*). O conjunto totalizou 66,508%, sagrando-se campeão brasileiro. Pereira falou ao Adestramento Brasil sobre seu desempenho nas provas.

Adestramento Brasil: Você vem competindo com dois cavalos na série forte 2 — Comanche AMM e Don Enrico AMM —, quais são os objetivos?
Mauro Pereira: Estreei um pouco antes do meio do ano os dois cavalos na reprise prêmio São Jorge. Eles são cavalos bem opostos. O Comanche é mais seguro e um pouco mais confirmado dentro da reprise. Já o Don Enrico, apesar de ter muita qualidade, é um cavalo mais inexperiente e temperamental. Comanche vinha tendo melhores resultados por esta segurança dele dentro da reprise, por ele estar mais familiarizado com a reprise. O Don Enrico ainda está se acertando e vinha sem grandes pretensões.

Mas não levou o Comanche para o Rio de Janeiro para o CDI.
Infelizmente, não pude levar o Comanche para o Rio de Janeiro, porque ele teve um contratempo, pisou em uma pedra e ficou com a sola dolorida. Então, resolvemos não apertá-lo e segurar para o ano que vem. Daí, o foco ficou no Don Enrico. Como era um CDI e uma participação teoricamente obrigatória por conta das seletivas para os Jogos Sul-Americanos, tivemos de ir. Eu não tinha nada preparado para o Don Enrico como kur ou música. O que eu tinha estava preparado era para o Comanche; eu tinha kur para ele, a música estava dentro do tempo dele, na batida dele. Mesmo se eu tivesse ido com os dois cavalos, no terceiro dia, que é o freestyle, eu só poderia entrar com um, então, estava tudo pronto para fazer com o Comanche. Como ele não foi, nossa estratégia foi pontuar o Don Enrico na São Jorge e na Intermediária 1. Chegamos lá e analisamos a possibilidade de dar um passo maior na briga pelo campeonato brasileiro, mas obrigatoriamente teríamos de fazer os três dias de provas.

Mauro_Pereira_Don_EnricoCDI_rio2

>>> Acompanhe a cobertura completa do CDI3* e do CBA

E aí?
Fizemos uma reunião com o time e resolvemos correr o risco de inscrever o Don Enrico com a música e fazer reprise preparada para o Comanche.

Como você avalia sua participação no CDI?
No primeiro dia, o Don Enrico não foi tão bem. Ele olhou bastante, mas foi muito elogiado, porque ele tem bastante qualidade, mas, como falei, ele precisa de mais experiência, porque é mais tardio nesta questão de adaptação. Ele vem melhorando, mas ainda falta experiência. No segundo dia, ele ganhou a intermediária 1, foi super bem, apesar de algumas coisas não terem funcionado tão bem, fez quase 68%, uma nota boa. No terceiro dia, improvisamos o kur. Eu não tinha treinado nada, não havíamos passado a música; foi de improviso. Eu tinha a música no e-mail, baixei em um CD, dei uma estudada na reprise e fomos. Passamos bem; a reprise coube dentro do tempo e dos exercícios. Terminei certinho com a música, mas não foi tão bem por ele ter olhado bastante e já estar bem cansado. Foi a segunda prova de intermediária dele e a primeira vez que competiu três dias seguidos, então, foi meio cansativo para ele, mas foi suficiente para nos tornarmos campeões brasileiros da forte 2. Foi uma vitória suada, devido a estes pormenores todos; foi suada, mas bem saborosa. O Don Enrico foi bastante elogiado pelos juízes e terminou campeão brasileiro.

E o Banzai AMM?
O Banzai é um cavalo que não temos grandes pretensões. Claro que entro para tirar o melhor dele. No primeiro dia, ele fez uma prova muito boa, ficou em segundo no GP e, no domingo, no grande prêmio especial (GPS), porque não teve freestyle, foi uma estreia dele. O Banzai nunca havia feito o GPS, mas foi obrigatório. É uma reprise nova, o cavalo precisa conhecer o trajeto. Mas, no contexto geral, foi tudo dentro do esperado. Estou muito contente com tudo.

  Crédito fotos: arquivo pessoal / divulgação 

 

Anúncios

2 respostas para ‘Campeão brasileiro na forte 2, Mauro Pereira avalia desempenho no CDI3*’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.