Como se preparar para fazer reprise em trote e galope reunidos?

AB_Pergunte_expert-peq Uma das mudanças quando o conjunto avança da série preliminar para a média 1 é a introdução de trote e galope reunidos. Como cavalo e cavaleiro, que vêm de provas em trote e galope de trabalho, devem se preparar para fazer uma reprise em reunião e como não deixar que o reunido seja trote ou galope meramente devagar são questões que o cavaleiro profissional Elson Sabadine responde.

De acordo com o regulamento da CBH, os objetivos da reunião do cavalo são desenvolver e melhorar a regularidade e o equilíbrio do cavalo; desenvolver e aumentar a habilidade do cavalo para baixar e engajar suas ancas em benefício da leveza e da mobilidade do antemão; e melhorar o “desembaraço e a atitude” do cavalo e torná-lo mais agradável para montar.

Elson Sabadine compete em adestramento clássico desde 1998. já foi campeão paulista, brasileiro e venceu CANs. Em 2004, foi campeão do FEI World Dressage Challenge nas categorias advanced e novice. Em 2006, Sabadine montou seu centro de treinamento. É professor de adestramento clássico e de equitação de trabalho (ET), além de juiz de ET.

Confira abaixo as dicas do cavaleiro:

“A reunião diminui a distância entre os membros e, se isso ocorre, haverá uma leve elevação das espáduas (cernelhas). O principal exercício para alcançar a reunião é a meia-parada e a meia-parada dinâmica, mas sempre observando que não se pode perder a impulsão. O outro exercício que trabalha o cavalo para reunião é a espádua para dentro, pois ela faz a reunião parcial de cada lado.

A melhor reunião vem da impulsão! E a melhor impulsão vem da reunião!

A meia-parada dinâmica é um conjunto de microajudas a cada passada, onde entram as ajudas de perna, as rédeas e o assento. A meia-parada dinâmica é essencial para manter a impulsão sem correr, pois ela confere contato e posição do assento.

A ajuda mais importante é o assento. As ajudas de perna e mão devem estar acordados com as de assento e vice-versa. Aqui no Brasil encontramos com frequência cavaleiros que confundem os cavalos, pedindo, inconscientemente, com a rédea e as pernas uma coisa e com o assento outra.”

A seção Pergunte ao expert tem como objetivo responder a dúvidas enviadas pelos leitores. Tem alguma pergunta? Escreva para Adestramento Brasil.

Foto: Ambar – arquivo pessoal 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s