Ranking SHP abre temporada com mudanças em categorias

O Ranking de Adestramento da Sociedade Hípica Paulista começou a temporada 2019 com algumas mudanças na série inciante e na categoria escola. A primeira das oito etapas da competição reuniu 54 conjuntos neste sábado 23/2 e teve a preliminar escola, com 11 concorrentes, e a média 1 amador, com dez, entre as mais disputadas.

A série iniciante foi dividida em três categorias, segundo a faixa etária dos concorrentes: infantil, juvenil e amador. Já a categoria escola, que, até o ano passado existia em todas as séries, passa a valer apenas para elementar e preliminar. Assim, alunos da escola de equitação concorrem na categoria amador a partir de média 1.

Ao comentar as reprises que avaliou, Sergio de Fiori, que julgou a pista 2 na qual competiram as categorias de base até a preliminar, destacou como ponto alto da competição que quase todos os inscritos destas séries eram amadores. “Os profissionais montaram muito bem e os amadores tiveram um rendimento legal para a primeira prova do ano da Paulista. Algumas pessoas da preliminar, na minha opinião, poderiam ainda estar competindo em um nível abaixo. Mas para o começo do ano está bom”, disse.

Questionado como os atletas devem avaliar quando podem subir de série, Fiori apontou que ter alguns resultados perto de 65% indica que é possível fazer a mudança. “Entre elementar e preliminar ainda não tem tanta diferença, porque não tem andaduras reunidas”, alertou.

Márcio Navarro de Camargo, que julgou as provas acima da média 1, destacou que as notas dos concorrentes nesta pista foram acima dos 63%, o que mostra que os conjuntos estão começando bem o ano, segundo ele. Mas o juiz alertou para o fato de alguns conjuntos não estarem competindo na série adequada, principalmente, conjuntos que passaram para a média 1. “Alguns precipitaram um pouco a passagem do cavalo para cima. É melhor fazer uma boa série preliminar que uma média malfeita. Algo que está bem nítido também é a falta do contato”, pontuou.

A juíza Lindinha Macedo elogiou o fato de tanto a primeira etapa do Ranking SHP quanto da Copa Santa Amaro terem começado com um número alto de concorrentes, o que mostra que a modalidade está crescendo. Para a juíza Sonia Hanssen, por, normalmente, as primeiras provas do ano serem também as primeiras em um novo nível elas são mais difíceis. “Achei que montaram bem correto, alguns achei que melhoraram muito, outros nem tanto, mas também tem a dificuldade da mudança”, disse.

Confira os resultados completos

A escola de equitação da SHP tem se sobressaído pela quantidade de alunos que competem no Ranking SHP. Em algumas das etapas, eles somaram metade dos concorrentes inscritos. “A escola, de uns dois anos para cá, cresceu demais, principalmente, no adestramento. O ranking é o grande termômetro com a quantidade de alunos que estamos colocando e não só na SHP como no CHSA também”, disse Monteiro, diretor da escola de equitação da SHP. “Temos vários alunos obtendo classificando, inclusive na Federação Paulista e CBH, como a Raquel [Mendonça Maurel de Mattos]”, ressaltou.

O diretor aproveitou para enfatizar a importância das crianças iniciarem o aprendizado nos pôneis. “Pelo tamanho, o pônei dá muito mais segurança e fica mais fácil o aprendizado. A Sophie [Vergamini Alloza], por exemplo, mostra que o tempo que ela participou de prova com pônei ensinou muito para ela. Vi a prova dela e ela conseguiu dar conta do recado com o cavalo muito maior do que ela estava acostumada”, destacou Monteiro.

A prova teve transmissão ao vivo. Confira o vídeo:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.