Alemanha vence pela 24ª vez o Campeonato Europeu

A hegemonia do time da Alemanha levou mais uma vez a medalha de ouro no Campeonato Europeu de Adestramento. A equipe alemã, formada por Isabell Werth com Bella Rose; Sönke Rothenberger com Cosmo; Dorothee Schneider com Showtime FRH; e Jessica von Bredow-Wernd com TSF Dalera BB, foi pela 24ª vez campeã. A prata ficou com o time holandês e o bronze com a Suécia. A eliminação de Dujardin, que alcançou porcentual final de 81,91%, custou a medalha de prata para a equipe do Reino Unido, que fechou sua participação em 4º.


Apoie_AB_PayPalApoie o jornalismo profissional
Desde o lançamento, Adestramento Brasil leva informação confiável e relevante, ajudando aos leitores a compreender a modalidade. Não fechamos o conteúdo para assinantes. Por isto, contamos com a colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial. 


A batalha pela colocação de medalhas foi intensa, assim como a disputa pelas três vagas por equipe para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que foram conquistadas por Dinamarca (5º no geral), Irlanda (7º) e Portugal (8º). O Campeonato Europeu garantia três vagas por equipe para os países dos grupos A (Europa Ocidental do Norte) e B (Europa Ocidental do Sul), exceto os já qualificados — Alemanha, Inglaterra, Suécia, Holanda e Espanha, junto com os Estados Unidos, garantiram a participação por times em Tóquio nos Jogos Equestres Mundiais (WEG).

A estrela alemã Isabell Werth, montando Bella Rose, obteve a maior pontuação da competição com 85,652%, garantindo o título e conquistando sua 22ª medalha individual e 11ª por equipe no Campeonato Europeu. Penúltima a competir, Charlotte Dujardin e Mt St. John Freestyle fizeram pontuação de 81,91%, o que daria a prata ao time, mas foram eliminadas na inspeção após a competição por presença de sangue no flanco da égua. Com isto, a medalha de prata ficou com a Holanda e a de bronze com os suecos.

O time alemão vencedor competiu com formação quase igual ao que foi medalha de ouro nos Jogos Equestres Mundiais de Tryon em 2018. Todos os conjuntos, exceto a montaria de Dorothee Schneider (Showtime no lugar de Sammy Davis Jr), foram os mesmos. Werth afirmou à nota oficial da competição que Bella Rose foi realmente brilhante, disse estar feliz e orgulhosa e que gostou da competição. Já Rothenberger não se mostrou totalmente satisfeito com seu próprio desempenho. “Viemos aqui com uma equipe muito forte, sabendo que todos os cavalos já foram mais de 80%, então, esperávamos bastante, mas, como se viu, é sempre uma história. Eu estava muito nervoso e não consegui montar igual ao que foi em Aachen, mas estou ansioso pelos próximos dias que se seguiram”, disse.

Pelo time holandês, na primeira rodada do GP, dia 19/08, Anne Meulendijks com MDH Avanti NOP fez 71,801% e Hans Peter Minderhoud com Glock’s Dream NOP alcançou 75,295%. Na segunda rodada e final, dia 20/08, Emmelie Scholtens fez 76,087% com Desperado NOP e Edward Gal seguiu com 78,758% com Glock’s Zonik NOP, levando os anfitriões ao pódio.

Para Gal, o garanhão estava um pouco distraído na pista de aquecimento, devido a diversas éguas no mesmo ambiente. “No final, elas foram embora e eu tive cinco minutos quando eu pude montar normal e, então, tudo ficou bem. Mas, na pista, eu senti que a concentração dele estava um pouco baixa. Felizmente, tudo correu bem e os pontos também foram bons”, disse. já Minderhoud descreveu a final por equipe como “realmente louca, porque estávamos contando as pontuações o tempo todo”, e apontou que o bronze significa muito para a nação anfitriã.

A classificação individual no GP teve Werth, Schneider e Rothenberger com as três melhores pontuações seguidas por Gal em quarto, o dinamarquês Daniel Bachmann Andersen em quinto e o britânico Hester à frente de Kittel em sexto lugar. Os 30 melhores classificados vão para o grande prêmio especial de quinta-feira 22/08.

Resultados individuais | Resultados por equipes 

Além de Charlotte, nos dois primeiros dias de provas do Campeonato Europeu de Adestramento, na reprise GP, outros três conjuntos foram eliminados: da Bélgica, Isabel Cool e Aranco V; de Luxemburgo, Nicolas Wagner e Quater Back Junior; e da França, Charlotte Chalvignac e Lights Of Londonderry. Um total de 66 conjuntos disputaram as provas de grande prêmio, realizadas dias 19 e 20/08 e que apontaram as equipes campeãs. As provas também serviram de qualificação individual.

As provas de grande prêmio especial (GPS) ocorrem na próxima quinta-feira, 22/08, e a GP estilo livre com música no sábado 24/08. O júri, composto somente de juízes internacionais FEI 5*, é presidido pela holandesa Mariette Sanders. Compõem o júri de campo: Isabelle Judet (França); Susanne Baarup (Dinamarca); Janet Foy (Estados Unidos); Clive Halsall (Inglaterra); Irina Maknami (Rússia) e Evi Eisenhardt (Inglaterra). Com informações da FEI.

Foto: divulgação FEI 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.