FEI dá sinal verde para russos em Tóquio, mas testará atletas

ATUALIZADA* — Após a Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) ter banido a Rússia de competições oficiais por quatro anos em consequência da falsificação de dados dos controles entregues à entidade, a Federação Equestre Internacional afirmou que, para preservar os direitos dos atletas limpos e apoiá-los, irá testá-los nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, como foi feito nos Jogos do Rio 2016. O objetivo é obter evidências necessárias de que eles estão limpos.


Apoie_AB_PayPalApoie o jornalismo profissional
Desde o lançamento, Adestramento Brasil leva informação confiável e relevante, ajudando aos leitores a compreender a modalidade. Não fechamos o conteúdo para assinantes. Por isto, contamos com a colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


“Embora esteja claro que aqueles que optam por trapacear devem ser punidos, a decisão (CRC pt. 54.5) afirma claramente que os atletas russos podem participar dos Jogos Olímpicos se conseguirem demonstrar que não estão envolvidos de maneira alguma pelos não -conformidade”, apontou a FEI ao ser questionada por este noticiário.

Em resposta ao Adestramento Brasil, a FEI afirmou que apoia totalmente a decisão do comitê executivo da WADA de declarar que a Agência Russa Antidopagem (RUSADA) não está em conformidade com o código Wada e apoia também as conseqüências e condições resultantes da reintegração. “O fato de o Wada ExCo endossar por unanimidade as recomendações do Comitê de Revisão de Conformidade envia um sinal muito forte ao mundo do esporte”, disse a entidade.

Pelo banimento, a Rússia não pode ser representada, mas os atletas russos que provarem que não fizeram parte do esquema e que estejam limpos em exames antidoping poderão competir individualmente sob a bandeira neutra. Após questionamento deste noticiário, a FEI explicou que a Rússia conquistou uma cota de equipe par Tóquio no evento de qualificação olímpica designado pela FEI para os países do grupo C em junho deste ano.

“Agora, eles precisam fornecer o certificado de capacidade à FEI até 31 de dezembro de 2019. E, desde que a FEI possa confirmar por meio de um programa de testes dedicado que os atletas russos nomeados estão limpos, eles poderão enviar uma equipe completa para Tóquio 2020 para competir de forma neutra, isto é, não como representantes de nenhum país”, explicou a entidade por e-mail.

A FEI lembrou que a decisão do Comitê Executivo da Wada somente entrará em vigor na data em que a RUSADA a aceitar ou, se for apelada ao Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS), quando o CAS decidir. As diretrizes para implementação ainda não foram estabelecidas.

FEI-WADA
Amplie a imagem

* Atualizada em 12/12, às 17:03, para esclarecimento, após retorno da FEI, sobre a competição por time da Rússia. 

 

 

 

2 respostas para ‘FEI dá sinal verde para russos em Tóquio, mas testará atletas’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.