Severo Jurado López deixa Helgstrand Dressage para se dedicar a centro próprio

O espanhol Severo Jurado López deixou seu trabalho no Helgstrand Dressage para se dedicar exclusivamente ao seu próprio centro de treinamento. “Foram anos fantásticos trabalhando para Helgstrand e temos tantas memórias inesquecíveis juntos, mas é tempo para um novo capítulo em minha vida. Annika [Damrau, sua parceira] e eu temos nosso próprio estábulo na Dinamarca para alguns poucos cavalos e clientes que queremos treinar e tomar conta individualmente. Sempre foi um sonho ter meu próprio estábulo e estou me sentindo pronto para isto agora. Estamos muito animados e motivados para dar este enorme passo”, escreveu em rede social.

Aos 32 anos, Jurado López se desligou no último dia 30 de abril do Helgstrand Dressage. “Os últimos sete anos foram de uma verdadeira aventura para ambos Severo e Helgstrand, mas nós sabemos que tudo tem um fim e que alguns de nossos cavaleiros se lançam em projetos próprios quando eles alcançam experiência e reputação que isto exige”, disse, em nota, Andreas Helgstrand.

Nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, Jurado López ficou em quinto lugar montando Lorenzo. Em 2018 nos Jogos Equestres Mundiais, ele integrou a equipe espanhola que, se classificando em sexto, garantiu vaga para a Olimpíada de Tóquio. No WEG de Tryon, o cavaleiro terminou em 15º com Deep Impact na prova de grande prêmio e em 18º no GP especial — tanto Lorenzo quanto Deep Impact foram vendidos a Charlotte Jorst, mas, segundo matéria do Dressage News, não deram muito certo.


Apoie_AB_PayPalSe você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


Ao site espanhol Lily Forado, Jurado López lembrou que nunca trabalhou para ele mesmo, que levou tempo pensando na mudança e que tem claro que esta é a decisão correta a tomar e a que o faz feliz agora. “Creio que seja um bom momento, porque não estamos com competições no curto prazo e por isto não será um problema ao centro hípico, já que as grandes competições internacionais e mundiais estão em dúvida e o ano olímpico está fora”, afirmou à publicação, que aponta que o centro de Jurado López tem atualmente 14 cavalos, sendo a maioria criada por ele.

“Meu objetivo é conseguir clientes que queiram se envolver comigo em um projeto esportivo de nível máximo e desenvolver seus cavalos para no futuro tenham seus valores aumentados. Quero focar no meu estábulo em um número pequeno de cavalos; serei o único cavaleiro e me rodearei de uma equipe profissional para a gestão do lugar”, disse à Lily Forado — leia matéria completa, em espanhol.

Severo Jurado Lopez

O espanhol se graduou na Real Maestranza de Caballeria de Ronda em 2009 e depois disto parte a buscar trabalho fora da Espanha. O site europeu Eurodressage destacou que a trajetória do cavaleiro como competidor internacional tem início representando a Espanha no Campeonato Europeu de Jovens Cavaleiros 2008 e 2009. A carreira como profissional começa quando ele vai para Alemanha trabalhar para Jan Nivelle de 2009 a 2011. Depois, ele muda-se para a Holanda para trabalhar no Van Olst Horses, o que lhe dá a oportunidade de competir com o garanhão jovem Chippendale, além de Numberto. Ele ficou 2,5 anos no Van Olst, último trabalho antes de ingressar no Helgstrand Dressage, na Dinamarca, em setembro de 2013.

Lá, Severo volta às provas de CDI em 2015, quando também compete no Campeonato Mundial de Cavalos Novos e leva Fiontini a vencer a categoria cinco anos. Ao longo de sua carreira, o cavaleiro venceu por cinco vezes o Campeonato Mundial de Cavalos Novos. No ano passado, ele estreia Fiontini no grande prêmio e o conjunto entrou na short list para a formação do time espanhol para os Jogos de Tóquio. Mas, ao lançar-se em um plano solo, o espanhol abriu mão de seguir com Fiontini e D’Avie.

Ao Eurodressage, sua namorada, Annika, disse que o casal tem criado cavalos nos últimos oito anos e que possuem animais novos que são promessas e alguns prontos para small tour. “Não desistimos do sonho olímpico; apenas o sonho com Fiontini”, disse ao site europeu.

Veja algumas fotos do estábulo dele aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.