Cancelados CDI 3* e CAN de novembro

ATUALIZADA* – Os concursos nacional (CAN) e internacional (CDI 3*) de 4 a 7 de novembro na Sociedade Hípica Paulista foram cancelados. A informação foi confirmada por Adestramento Brasil junto à Eliana Torres Azar, diretora de adestramento da Confederação Brasileira de Hipismo. Segundo ela, o cancelamento partiu da SHP e a CBH foi pega de surpresa.


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir anunciando ou fazendo Pix (contato@adestramentobrasil.com)


Azar disse que a SHP alegou falta de patrocínio para a realização do CAN e do CDI 3*. “O evento foi pedido pela SHP e a CBH chancela. Até dois dias atrás estava tudo certo, mas fomos surpreendidos com o cancelamento. Estamos agora sem tempo para buscar patrocínio. A gente não teve nem o que fazer”, explicou Azar.

Já Marcelo Rocha Leal, diretor de adestramento da Sociedade Hípica Paulista, disse que, antes de emitir o e-mail com o cancelamento oficial, falou por telefone com Azar e explicou que, sem patrocínio, com a alta do dólar e, por consequência, aumento das passagens aéreas e as implicações da Covid-19, não seria possível manter o evento. O orçamento mais que dobrou, apontou Leal.

“A CBH sempre ajudou, no passado, com os CDIs. Ela investia financeiramente nos torneios oficiais. Soubemos, na semana passada, que não teríamos verba da confederação”, detalhou Leal, da SHP. De acordo com ele, além do apoio financeiro, a CBH elaborava um projeto do CDI explicando para que serviria (por exemplo, como seletiva), o que ajudava na obtenção de patrocínios. Leal disse que não foi elaborado projeto para o CDI 3* de novembro. “Gostaria de ter tido projeto, amparo e parceria”, acrescentou.

O CDI 3* teria a juíza internacional FEI 5* Maribel Alonso, do México, como juíza estrangeira. Alonso foi delegada técnica para adestramento nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 e presidente do júri nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Além dela, constavam no programa Sandra Smith, FEI 4* pela Argentina e que será presidente do júri; Claudia Moreira de Mesquita, FEI 4* pelo Brasil; Max Piraino Lyon, FEI 3* pelo Chile; e Marcio Camargo, FEI 2* pelo Brasil.

Devido à pandemia, esse seria o primeiro e único internacional do ano no Brasil. Em 2020, também foi realizado apenas um CDI — junto com o Campeonato Brasileiro e a Taça Brasil (confira a cobertura especial).

Tanto Azar quanto Leal garantiram que o Campeonato Brasileiro de Adestramento está mantido. Ele será realizado no picadeiro coberto da SHP, que conseguiu patrocínio para a realização da disputa, segundo Leal.

2022
Eliana Azar adiantou que para 2022 estão programados dois CDIs para serem realizados no Brasil com objetivo de que os atletas tenham a oportunidade de alcançar MERs no País para o Campeonato Mundial, que ocorre em agosto de 2022 em Herning, na Dinamarca.

A expectativa é que os internacionais também sirvam para selecionar os conjuntos para os Jogos Sul-Americanos (Odesur) em Assunção, no Paraguai, que passou de 26 abril a 6 de maio para 2 a 15 de outubro de 2022.

As regras para a escolha dos conjuntos tanto para o Mundial de Herning quanto para Odesur ainda não foram publicadas pela CBH. Em recente entrevista em vídeo, Azar falou sobre as expectativas para ambas as competições e sobre a seleção. Assista aqui.

Nota CBH
Após a inclusão do depoimento do Marcelo Leal, da SHP, Eliana Azar enviou uma nota, que Adestramento Brasil reproduz abaixo na íntegra:

A SHP pediu o evento, se responsabilizou pelos custos desde o inicio e não pediu apoio ou projeto para o CDI. Ja com o CBA, solicitou o projeto e inclusive aumento da verba. Desde o início, a SHP solicitou apenas a chancela na escolha dos juízes para que a etapa valesse como seletiva. No fim da semana, o comitê organizador confirmou a realização do evento, cancelado desta forma e ao argumento inaceitável de falta de apoio da CBH.”

* Matéria atualizada para inserção do posicionamento da Sociedade Hípica Paulista, após a entidade responder à solicitação de entrevista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.