Luiza Almeida: “Eu e o Baluarte melhoramos muito desde a última prova”

Luiza Tavares de Almeida bateu a meta de obter notas acima dos 69% com Baluarte do Vouga no concurso de adestramento internacional (CDI 2*) de 15 a 17 de março, o primeiro dos quatro agendados pela Confederação Brasileira de Hipismo que servirão como observação dos conjuntos para formação da equipe que representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. 

Ao comentar seu desempenho, a amazona contou como é treinar com dois técnicos, o alemão Dolf Keller, que acompanha a atleta há anos, e o espanhol José Garcia Mena e se disse contente com a melhora das notas do conjunto.

“Estamos focados em tentar fazer parte da equipe. Fiquei feliz com o resultado. Eu e o Baluarte melhoramos muito desde a última vez que competimos. Estamos no caminho certo”, disse. Luiza Almeida também destacou o alto nível técnico dos competidores, falou sobre é competir contra a mãe e o plano de treinos . Confira a entrevista na íntegra:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.