Assembleia Geral aprova versão curta de GP para Copa do Mundo

Uma versão mais curta da reprise de grande prêmio (GP) será introduzida na temporada 2021/2022 da Copa do Mundo de Adestramento da FEI, inclusive, na final. Ficou acordado, durante a Assembleia Geral da FEI 2020, realizada, excepcionalmente, online em 23 de novembro, que a versão curta do GP apresenta nível equivalente de dificuldade quando comparada à reprise tradicional de GP. A obrigatoriedade do capacete, como anteriormente publicado por este noticiário, foi discutida pelo Conselho da FEI e entra em vigor em 1º de janeiro. Saiba como foi a principal reunião da FEI.


Apoie_AB

Se você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


No total, 104 federações nacionais se registraram para o encontro e uma por procuração. No início da reunião virtual, 97 federações nacionais estavam online (a mais uma por procuração) e depois mais quatro se juntaram ao grupo, totalizando 102, acima do quórum mínimo necessário de 69 entidades.

Em sua fala de abertura, Ingmar De Vos, presidente da FEI, lembrou-se das circunstancias sem precedentes que o esporte viveu em 2020, com a pandemia da Covid-19 afetando todos os países e levando ao adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio. “Fomos e ainda enfrentaremos desafios que nunca imaginamos. E, em um ano no qual compromisso, mudança e incerteza têm sido a norma, acredito, como comunidade, que nós respondemos com grande resiliência e perseverança”, disse.

Originalmente, a assembleia ocorreria na África do Sul. Com a realização via internet, o país sediará o encontro no próximo ano, de 13 a 16 de novembro de 2021. Acompanhe abaixo algumas das principais decisões gerais e, em específico, para o adestramento e paraequestre:

Gerais
– Ratificação da suspensão da federação nacional dos Emirados Árabes Unidos
– Exclusão da federação de Brunei por não pagamento das taxas pelos últimos dois anos
– Apresentação das contas da FEI, com aprovação das contas referentes a 2019; expectativa de perda de CHF 8.229.000 como resultado direto do impacto da Covid-19, em 2020. Veja aqui o relatório financeiro
– Aprovação das modificações do Regulamento Geral da FEI (que ainda serão publicadas aqui), modificação em regras de antidoping para humanos, para equinos e regulamento de medicamentos controlados (confira o documento).
– A discussão sobre o futuro da modalidade rédeas na FEI segue em andamento.

Adestramento
– Foram aprovadas novas regras, que serão publicadas posteriormente aqui — o documento com as propostas pode ser acessado aqui.
– O Comitê de Adestramento da FEI propôs uma atualização para novo formato da Copa das Nações, que está sendo avaliada por todas as partes interessadas. Caso aprovado, o novo formato valerá em 2022.
– A versão mais curta da reprise de grande prêmio será introduzida na temporada 2021/2022 da Copa do Mundo de Adestramento da FEI, inclusive, na final. Ficou acordado que a versão curta do GP apresenta nível equivalente de dificuldade quando comparada à reprise tradicional de GP e que também contará para pontuação em rankings e para obtenção dos requisitos mínimos de elegibilidade (MER, na sigla em inglês para minimum eligibility requirements).

modelo de um GP mais curto foi testado em 2018, quando recebeu diversas críticas. Em 2019, ele foi novamente usado no CDI-W do Olympia Horse Show quando foi testado com os 16 conjuntos que disputaram a competição, sendo que muitos deles participaram pela primeira vez de prova no Olympia Horse Show, como Charlotte Fry e João Miguel Torrao.

Paraequestre
– O Fórum Paraequestre planejado para ocorrer em janeiro em Amsterdam (Holanda) foi reagendado para 2022 na mesma localidade.
Foram aprovadas as novas regras para paraequestre, que futuramente serão publicadas aqui
– Amanda Bond foi eleita como presidente do Comitê de Paraequestre da FEI

Assista à íntegra da reunião

Confira abaixo alguns dos principais documentos — em inglês

Foto: FEI/Richard Juilliart

Uma resposta para “Assembleia Geral aprova versão curta de GP para Copa do Mundo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.