Victor Ávila leva Luar HM ao bicampeonato no Paulista e obtém MER com Corsário

Victor Trielli Ávila saiu satisfeito e feliz de sua participação nas provas do último fim de semana (9 e 10 de julho) no Centro Hípico de Tatuí. Com Corsário IGS no big tour do CDI 2*, ele obteve 65,725% na prova de grande prêmio e, portanto, alcançou o requisito mínimo para competir no Sul-Americano e levou, uma vez mais, Luar HM à vitória no Paulista de Cavalos Novos. Desta vez competindo em 7 anos.

Em entrevista em vídeo com Adestramento Brasil, o cavaleiro avaliou o desempenho dos dois lusitanos. Ávilla disse que gostou bastante da atitude do Corsário, ainda que no início da prova sentiu ele um pouco atrás da perna. “Mas depois recuperei. Perdi uma transição para o primeiro piaffe e perdi o zigue-zague, mas o restante da prova foi relativamente limpa, com a parte do galope muito, muito boa. Fiquei bem contente”, detalhou.

O conjunto obteve o requisito mínimo de elegibilidade para competir no Sul-Americano. Leia mais abaixo.

Falando da evolução de Luar HM, que ganhou os Campeonatos Paulista e o Brasileiro de Cavalos Novos em 2021 em 6 anos e, agora, em 7 anos, o cavaleiro disse que a montabilidade melhorou muito e que o cavalo está muito mais fácil. “Está na boca da São Jorge. Estou bem contente com o cavalo; ele vem ano a ano crescendo”, destacou.

>>> Confira todas as matérias sobre o fim de semana de provas no Centro Hípico de Tatuí

Acompanhe a entrevista em vídeo com Victor Trielli Avila:

Adestramento Brasil está compilando em planilha as notas para compor índices para COC, bem como os porcentuais válidos para a seletiva do Time Brasil, considerando apenas os conjuntos de nacionalidade brasileira, aptos a competir em Assunção 2022. Acompanhe aqui.

O CDI 2* de Tatuí foi o primeiro concurso de adestramento internacional no Brasil da temporada 2022. A última vez que o País sediou um CDI foi no fim de 2020. O CDI 2* vale para os conjuntos de big tour e de small tour conseguirem os índices necessários para o certificado de capacidade (COC).

Por ser duas estrelas, o CDI de Tatuí não conta para a seleção da equipe que representará o Brasil no 12º Jogos Sul-Americanos — Assunção 2022. Mas a disputa começa com o CDI 3* que será realizado de 21 a 24 de julho na Sociedade Hípica Paulista (SHP).

Todos os conjuntos competindo em Asu 2022 devem ter alcançado, entre 01 de janeiro de 2021 e 29 de agosto de 2022, os índices mínimos de elegibilidade (MERs) para obterem o certificado de capacidade (COC). O COC é pré-requisito para competir nos Jogos Sul-Americanos Asu 2022.

Os conjuntos de small tour têm atingir uma média de, ao menos, 62% entre as reprises prêmio São Jorge (PSJ) e intermediária 1 no mesmo evento. São necessários dois índices desses em dois eventos distintos para obter o COC. A média nestes dois eventos será a pontuação final.


Já os conjuntos de big tour devem atingir 60% de média final, em um CDI 2* ou acima, em uma reprise de GP.

=> Confira o documento completo com o novo processo de seleção.

Uma resposta para “Victor Ávila leva Luar HM ao bicampeonato no Paulista e obtém MER com Corsário”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.