Pedro Almeida vence GP e GPS em CDI 3*, na Espanha, acima dos 70%

No último concurso internacional antes de competir no Campeonato Mundial de Adestramento, em Herning (Dinamarca), em agosto, Pedro Tavares de Almeida sagrou-se campeão por duas vezes montando Famous do Vouga no CDI 3* em Segóvia, na Espanha. “Acho [que o resultado é reflexo] de conjunto sendo formado e o cavalo tomando maturidade, conforme vai saindo de casa e competindo, estando em lugares diferentes. É um amadurecimento do conjunto e do cavalo em si, que está em fase mais madura. E tudo vai se encaixando. Estou muito contente”, comentou a Adestramento Brasil.

Adestramento Brasil completa 5 anos em junho! Gosta do jornalismo do site?
Ele só existe, porque pessoas como você apoiam ou anunciam.
Seja um anunciante ou contribua no valor que quiser via PayPal (cartão de crédito) ou Pix (contato@adestramentobrasil.com).

As provas, realizadas no Centro Equestre de Castilla y León serviram para o brasileiro ajustar últimos detalhes para Herning. E deu certo: no grande prêmio, o conjunto venceu os outros 11 concorrentes com 70,522%. Ele liderou também o GP especial com 72,426%, ficando à frente dos outros oito conjuntos.

O lusitano Famous do Vouga é criação nacional da Coudelaria Rocas do Vouga. O conjunto foi formado em 2021, quando ficou como reserva nos Jogos Olímpicos Tóquio. Agora, ao lado de João Victor Marcari Oliva com Escorial e Nuno Chaves de Almeida com Feel Good V.O, está escalado para integrar a equipe do Brasil no Campeonato Mundial. Com o resultado do CDI 3* de Segovia, a dupla soma sete índices rumo ao Mundial.

Passadas as provas do fim de semana, Pedro Almeida seguiu para Möhnesse, na Alemanha, onde fica o centro de treinamento de Norbert Van Laak, técnico da equipe brasileira. Lá, se encontra com João Oliva e Nuno Almeida para os preparativos finais antes de se deslocarem para a Dinamarca.

Esta será a terceira vez que o cavaleiro paulista de 29 anos participa pela terceira vez da competição. Na estreia, em 2014, na Normandia, competiu ao lado dos irmãos Luiza e Manuel, e voltou ao evento em Tryon, nos Estados Unidos, em 2018 — última edição dos Jogos Equestres Mundiais, que reunia os Mundiais de diversas modalidades. A FEI não conseguiu nenhuma localidade para sediar o grande evento nesse formato.

Foto: arquivo pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.