FEI WBFSH: Campeonato Mundial de Cavalos Novos consagra animais pretos em 5, 6 e 7 anos 

O futuro dos cavalos de adestramento passou por em Ermelo, na Holanda, na semana passada. Potenciais campeões olímpicos e mundiais buscaram seus primeiros grandes títulos no Campeonato Mundial de Adestramento de Cavalos Novos, o FEI WBFSH Dressage World Breeding Championships for Young Horses. E três animais pretos venceram nas categorias 5, 6 e 7 anos: a égua Lyngbjergs St. Paris (Danish Warmblood), o Global Player (oldemburgo) e o Kjento (KWPN), respectivamente. Representando o Brasil, João Victor Marcari Oliva marcou presença na competição, apresentando o puro sangue lusitano, filho do Escorial, Nuelo Campline nos 5 anos.

O FEI WBFSH Dressage World Breeding Championships for Young Horses chegou ao fim no último domingo (11/09) revelando os campeões mundiais nas categorias de idade de cinco, seis e sete anos. Além disso, o evento também contou com provas de cavalos novos de quatro anos e um CDI 3*.

Durante a conferência de imprensa final, Andries van Baalen, presidente da KWPN e membro da WC for Young Dressage Horses Foundation, relembrou os quatro dias de competições, destacando que “Glamourdale e Hermès, que recentemente conquistaram a medalha de ouro e bronze no Campeonato Mundial de Herning com Charlotte Fry e Dinja van Liere, provaram que o campeonato mundial de cavalos jovens é uma incubadora para futuros medalhistas”.

O Campeonato Mundial é um confronto único dos studbooks. Nada menos que 26 studbooks estiveram representados em Ermelo, sendo os principais KWPN e oldemburg. No total, 175 cavalos pisaram nas arenas, 125 dos quais estavam na disputa pelos títulos mundiais de cavalos novos, representando 26 países. Durante os quatro dias, o evento recebeu cerca de 21.000 visitantes e teve 60 estandes de exposição na vila dos vendedores.

Resultados:

5 anos: Paris vence em Ermelo
A égua Danish Warmblood preta Lyngbjergs St. Paris (St. Schufro x Rockefeller) sagrou-se campeã mundial ao garantir a medalha de ouro no Longines FEI WBFSH para cavalos de 5 anos. Montada pela dinamarquesa Victoria E. Vallentin, Lyngbjergs St. Paris garantiu uma pontuação de 9,12 para levar o título à frente de Vitalos, filho de Vitalis e montado por Leonie Richter, da Alemanha, que teve pontuação de 9,06 e foi seguido de perto pelo vencedor da qualificação de quinta-feira (08/09), Fashion Prinz OLD montado por Frederic , também da Alemanha, com 9,0 pontos.

À FEI, Vallentin disse que Paris é muito especial. “Nós a temos desde que ela tinha apenas três anos. Isso torna ainda mais especial ganhar em um cavalo que você possui e se educou. Ela deu o seu melhor nos dois dias e eu pude realmente sentir que ela tentou fazer tudo certo para mim”, afirmou a cavaleira e proprietária do animal.

Foi, segundo publicou o site oficial do evento, uma final emocionante, que contou com um cavalo incrível após o outro, com a criação de Bente Børjesson saindo por cima. Na coletiva de imprensa, Vallentin contou: “Quando a multidão começou a torcer em nossa última linha, pensei comigo mesmo ‘isso pode ter sido um bom teste’. Mas eu nunca esperei isso [ganhar], parece um sonho. Ela é tão fácil de montar que nem estou suando”, riu.

Em segundo lugar, ficou um cavalo completamente diferente. Vitalos (Vitalis x De Niro) foi criado por Josef Bramlage e marcou 9,8 no trote com Leonie Richter. “Vitalos é um cavalo incrivelmente poderoso e disposto e Leonie nos mostrou um teste tão lindo”, comentou Monique Peutz. “Ele está sempre subindo, rápido e resignado em seus movimentos e mantém a potência em seus quartos traseiros. Ele parece ter grande aptidão para o trabalho coletado, e acreditamos que este cavalo tem um futuro brilhante pela frente.”

João Oliva apresentou Nuelo Campline pontuando 7,96 pontos na primeira qualificatória, realizada dia 8/9. O conjunto ficou em 18º lugar, dentre 43 concorrentes, e foi classificado para disputar a etapa seguinte (small final), no dia 9/9, quando fez 8,1 pontos e terminou na sétima colocação entre 31 competidores.

Em seu Instagram, o cavaleiro brasileiro disse que ficou muito orgulhoso do lusitanos. “Nuelo fez uma performance maravilhosa e me deu super sentimentos em sua segunda competição da vida no WBDCYH. Gostaria de agradecer ao público que, através das notas dadas, eu me classificaria para a final nos dois dias; infelizmente, os juízes não tiveram a mesma opinião. Tenho a certeza que este garanhão lusitano terá um grande futuro”, escreveu.

Pela regra, os 12 primeiros colocados na primeira prova passaram diretamente para a prova final. Os conjuntos restantes competiram no que eles chamaram de pequena final (small final) e os três primeiros colocados foram classificados para disputar a final que ocorreu no sábado 10/9.

6 anos: Global Player conquista o título
Diante de uma multidão entusiasmada, o elegante garanhão preto Global Player OLD, de criação de Henrik Hansen e propriedade de Helgstrand e Schockemöhle, impressionou os juízes e, segundo a FEI, de forma convincente conquistou o título de campeão mundial no Campeonato Mundial de Adestramento de Cavalos Novos — FEI WBFSH. Último conjunto na ordem de entrada, Global Player OLD (Grand Galaxy Win T x Blue Hors Don Schufro) e Eva Möller mostraram o porquê de estar à frente, já que o garanhão negro ganhou dois dez e fechou a final com 6,76 pontos. O segundo lugar ficou com Hesselhoej Downtown (Hesselhoej Donkey Boy x Blue Hors Zack) com 9,38 pontos e o terceiro com Lennos U.S. (Grand Galaxy Win x Rousseau) e 8,9 pontos.

“Um teste impecável”, resumiu a juíza comentadora Katrina Wüst a respeito do desempenho do garanhão oldemburgo. “Um cavalo muito impressionante com um trote poderoso e rítmico, no qual sua perna traseira está bem engajada. Não havia muito o que criticar”, acrescentou a juíza, segundo a nota oficial. A percepção se refletiu na pontuação: um 9,8 para trote. O júri também foi muito positivo em relação ao resto da apresentação com a única observação sendo o passo, que poderia ter sido um pouco mais ativo no passo estendido. “O galope é uphill, com um boa impulsão e cobre muito terreno. Amazona e o cavalo trabalham juntos em perfeita harmonia, para que não haja erros. Temos muita fé no futuro deste garanhão”, concluiu Katrina Wüst quando duas notas dez — submissão e perspectiva — surgiram no placar.

Na coletiva de imprensa, Möller refletiu sobre o que é preciso para se tornar um Campeão Mundial de Cavalos Jovens e por que o Global Player teve sucesso: “Tenho o Global Player desde que ele tinha três anos e ele nunca fez nada de errado em sua carreira. É preciso muito para se tornar um campeão mundial, não é apenas sobre a qualidade do cavalo, é a saúde e a capacidade de treinamento e isso é realmente a força do Global Player. Ele é tão forte que pode lidar com tudo. Ele está cobrindo, mas não enlouquece por causa disso; ele foca no esporte. Ele é muito confiável”, afirmou a amazona alemã.

Eva Möller disse que vencer continua a ser emocionante e ponderou que, como os resultados foram muito próximos durante a qualificação, houve muita pressão na final. “Nós montamos nosso coração, então, é incrível que tudo tenha acontecido. É uma sensação tão especial pisar nesta arena, você nunca vai se acostumar com isso”, afirmou, segundo a imprensa oficial. A amazona monta há três anos o garanhão de oito anos e, durante este período, eles competiram em vários campeonatos.

7 anos: mais um ouro para Fry e Van Olst
Charlotte Fry, do Reino Unido, ganhou outra medalha de ouro: no Campeonato Mundial de Cavalos Novos, ela levou Kjento (Negro x Jazz) à vitória na categoria 7 anos. O expressivo garanhão preto KWPN criado por A.J. van Os e de propriedade da Van Olst Horses fez 85,786%, tendo obtido um dez para trote. O segundo degrau do pódio foi conquistado por Destello OLD (Dimaggio x Furst Fuegger) com 83,957% e o terceiro ficou com Escamillo (Escolar x Rohdiamant) e 83,072%.

A FEI publicou que os sorrisos devem ser mais amplos na Van Olst Horses nos dias de hoje, após um ano extraordinariamente bem-sucedido, já que seus cavalos conquistaram um título de campeonato mundial após o outro na sela de Charlotte Fry. Na nota oficial, a juíza Maria Swenessen, da Austrália, disse que Kjento é um cavalo emocionante e com super movimentação. “Um prazer de julgar e em um trote com tanto equilíbrio, tendência para cima, uphill, e uma reunião, que surge a pergunta: ‘até onde você consegue chegar?’.” O júri tem muita fé no futuro do garanhão reprodutor de sete anos, como mostrado pelo 9.8 para perspectiva.

Fry expressou seu carinho por Kjento na coletiva de imprensa após sua vitória no domingo: “Ele tem a personalidade mais incrível. Ele é super frio, mas, assim que você pega as rédeas, ele fica quente e pronto para ir! Ele é realmente afiado; é o cavalo perfeito! Kjento me deu uma sensação incrível quando entrei na arena. Definitivamente, houve pressão na final, mas acho que, depois de uma boa e clara rodada nas eliminatórias, buscamos muito mais potência, e ele realmente entregou”, afirmou a amazona.

Em 7 anos, Fuerst Kennedy OLD, de propriedade de Joao Moreira, que apresentou o cavalo, e do criador brasileiro Roberto Pedrosa, do Haras do Drosa, ficou em quarto com 79,422%. O garanhão é filho de Fuersten-Look x Don Kennedy e criação de Gestüt Lewitz.

O Longines FEI WBFSH Dressage World Breeding Championship for Young Horses 2023 ocorre entre os dias 3 e 6 de agosto.

Últimos campeões:

2022 Ermelo

7 anos

  1. Charlotte Fry (GBR) & Kjento – KWPN (Negro x Jazz)
  2. Beatrice Hoffrogge (GER) & Destello OLD – Oldbg (Dimaggio x Fuerst Fugger)
  3. Manuel Dominguez Bernal (ESP) & Escamillo – Rhein (Escolar x Rohdiamant)

6 anos

  1. Eva Möller (GER) & Global Player OLD – Oldbg (Grand Galaxy Win T x Blue Hors Don Schufro)
  2. Jeanna Hogberg (SWE) & Hesselhoej Down Town – DWB (Hesselhoej Donkey Boy x Blue Hors Zack)
  3. Jill Bogers (NED) & Lennox U.S. – KWPN (Grand Galaxy Win x Rousseau)

5 anos

  1. Victoria E. Vallentin (DEN) & Lyngbjergs St. Paris – DWB (Blue Hors St. Schufro x Blue Hors Rockefeller)
  2. Leonie Richter (GER) & Vitalos – Hann (Vitalis x De Niro)
  3. Frederic Wandres (GER) & Fashion Prinz OLD – Oldbg (Fuerst Romancier x Sarkozy)

2021 Verden

7 anos

  1. Andreas Helgstrand (DEN) & Jovian – KWPN (Apache x Tango)
  2. Nanna Skodborg Merrald (DEN) & Blue Hors Touch of Olympic L – DWB (Don Olymbrio x Fidermark)
  3. Anne-Mette Strandby Hansen (DEN) & Eternity 75 – Westf (Escolar x Sir Donnerhall)

6 anos

  1. Charlotte Fry (GBR) & Kjento – KWPN (Negro x Jazz)
  2. Manuel Dominguez Bernal (ESP) & Escamillo – Rhein (Escolar x Rohdiamant)
  3. Beata Stremler (POL) & For Magic Equesta – Hann (For Romance OLD x A Jungle Prince)

5 anos

  1. Jeanna Hogberg (SWE) & Hesselhoej Down Town – DWB (Hesselhoej Donkey Boy x Blue Hors Zack)
  2. Eva Möller (GER) & Danciero 7 – Hann (Dancier x Füchtels Floriscount)
  3. Kirsten Brouwer (NED) & Lightning Star – KWPN (Ferguson x De Niro)

2019 Ermelo

7 anos

  1. Severo Jurado Lopez (ESP) & d’Avie – Hann (Don Juan de Hus x Londonderry)
  2. Jan Møller Christensen (DEN) & Hesselhoej Donkey Boy – DWB (Era Dancing Hit x Milan)
  3. Isabel Freese (NOR) & Total Hope OLD – Oldbg (Totilas x Blue Hors Don Schufro)

6 anos

  1. Frederic Wandres (GER) & Zucchero OLD – Oldbg (GLOCK’s Zonik N.O.P. x. Prince Thatch xx)
  2. Andreas Helgstrand (DEN) & Revolution – Westf (Rocky Lee x Rouletto)
  3. Andreas Helgstrand (DEN) & Zhaplin Langholt – DWB (GLOCK’s Zonik N.O.P. x Stedinger)

5 anos

  1. Andreas Helgstrand (DEN) & Jovian – KWPN (Apache x Tango)
  2. Jessica Lynn Thomas (SWE) & Secret – DSP (Sezuan 2 x St.Moritz)
  3. Andreas Helgstrand (DEN) & Queenparks Wendy – DWB (Sezuan 2 x Blue Hors Soprano)

Texto com informações da FEI/Stinna Tange e do site oficial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.