O que considerar na compra de cavalo em leilão

Adquirir cavalos em leilão requer certa experiência, principalmente, se o animal em questão for um potro. Ao mesmo tempo em que leilões oferecem oportunidades únicas em termos de valores e condições de pagamento, o futuro proprietário precisa fazer a lição de casa para realizar uma compra que atenda a seus objetivos. Adestramento Brasil divulga algumas dicas fundamentais para orientar o comprador.

Antes de participar do leilão, tenha claro o tipo de cavalo que busca e para qual uso o animal se destinará. É para fazer adestramento, equitação de trabalho, atrelagem, passear no campo ou reprodução? Saber o que se quer é a bússola necessária para encontrar o animal ideal. Tendo isto em mente, o próximo passo é pesquisar a linhagem dos cavalos à venda para saber as aptidões dos pais e irmãos. Não é certeza de que os filhos de excelentes cantores tornem-se cantores de igual sucesso, mas as chances de terem habilidade para cantar e serem afinados são grandes. O mesmo ocorre com cavalos.

Os sites dos criadores costumam mostrar a árvore genealógica dos animais e dar informações sobre as aptidões dos animais à venda. Além disto, vale consultar associações e também resultados de provas para acompanhar o desempenho dos membros da mesma linhagem nas diversas modalidades. Este material dará uma boa base para compreender o perfil do animal e a que ele pode se destinar.

Leilao_Interagro2015_ZalberFotos-1302
XV Leilão de Potros Interagro | Crédito Zalber Fotos

No caso dos potros, analisar a linhagem é ainda mais necessário, visto que o cavalo ainda está em formação. Saber quem é a mãe, o pai e os irmãos e em que eles se destacaram dá boas referências e indicações do tipo de cavalo que o potro pode ser.

No leilão, a primeira orientação é analisar o animal para verificar se possui os atributos da raça em questão. No caso do Puro Sangue Lusitano, a Associação Brasileira de Criadores do cavalo Puro Sangue Lusitano (ABPSL) enumera uma série de características morfológicas ideais. Por exemplo, o cavalo lusitano tem de ter formas arredondadas (subconvexílineo) e silhueta sempre inscritível num quadrado.

A cabeça deve ser bem proporcionada, de comprimento médio, delgada e seca, de ramo mandibular pouco desenvolvido e faces relativamente compridas, de perfil levemente subconvexo, fronte levemente abaulada (sobressaindo entre as arcadas supraciliares); olhos sobre o elíptico, grandes e vivos, expressivos e confiantes. As orelhas são de comprimento médio, finas, delgadas e expressivas. O pescoço tem comprimento médio, rodado, de crineira delgada, de ligação estreita à cabeça, largo na base, e bem inserido nas espáduas, saindo da cernelha sem depressão acentuada.

Já nos potros, que são muito jovens para apresentar todas as características, o comprador deve observar os alicerces do animal. Como são os aprumos, como ele se sustenta, como são as patas, como ele pisa são alguns itens que não podem ficar fora da análise.

Leia também: 
Respeito e paciência são os ingredientes-chave para a correta doma
Cavalos novos: o desafio dos 7 anos

Observada a morfologia do cavalo e pesquisada a linhagem, o futuro proprietário precisa certificar-se de que se trata de um animal saudável. Para isto, deve se informar se cavalo que vai a leilão possui radiografias recentes e, sendo possível, peça para um veterinário avaliá-las. Ao adquirir um cavalo, o exame de compra, feito por um veterinário da confiança do comprador, é essencial para avaliar o estado do animal. Para cavalos em leilão, este exame pode ser mais difícil — ou impossível — de ser realizado. Neste caso, a orientação é pesquisar a reputação do criador para saber o histórico dos animais já comercializados.

Uma vez que o cavalo de sua preferência “passou” nos critérios já mencionados é chegada a hora de avaliar o desempenho dele nas diferentes andaduras: o lusitano tem andamentos ágeis e elevados, projetando-se para frente, ao mesmo tempo em que são suaves e de grande comodidade para o cavaleiro. No caso de potros, observe, principalmente, se os pés são projetados para debaixo da massa, do corpo dele.

IMG_4318
Potros precisam de espaço para se desenvolver | crédito: arquivo Interagro Lusitanos

Potros
A aquisição de potros requer uma atenção especial e não é recomendada a qualquer amante do cavalo. Isto porque os potros precisam de espaço para se desenvolver e, à medida que crescem e chegam à idade da doma, por volta dos três anos e meio, o proprietário terá de contar com treinador qualificado.

Quem compra potro precisa dispor de espaço para que ele possa interagir com outros, algo que ajuda (e muito) na formação do temperamento do animal. Além disso, o trabalho de doma é fundamental e precisa ser feito por profissional capacitado e que respeite o tempo do cavalo. O comprador precisa entender que a criação do potro, desde o momento da aquisição, moldará o cavalo adulto.

A compra de potro é como uma aposta na bolsa. Solto até a doma, ele está sujeito a riscos, como picadas de cobra, cólica, ser atingido por raios, entre outros. Mas, dando certo, é um negócio rentável, porque paga-se, aproximadamente, um sexto do preço de um cavalo adulto e se tem a oportunidade de moldar da maneira que o proprietário quer.

Lolo_Leilao_Interagro_2017-claroEste conteúdo foi produzido por Adestramento Brasil e tem o patrocínio da Fazenda Interagro.

Foto principal: XVI Leilão de Potros Interagro  | Crédito: TUPA

5 thoughts on “O que considerar na compra de cavalo em leilão”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s